! !

quinta-feira, 24 de maio de 2012

..."Amarras de Mim"...




“Ata-me num, dois, três nós…
Desata-me num, dois, três nós…
Desata-me a mente que atada se sente.
Solta-me das amarras, do sentir-te a ti…
Sentir-te em mim, impresso num laço enlaçado,
Numa pressa sem pressa…
Com pressa, num impasse do atar-me a ti, e em ti me desatar”.

Maria .

Beijo n´oteudoceolhar.



16 Comentários:

Blogger Impossible-not-fall disse...

Minha linda,

é num atar doce, e num desatar gradioso, que os momentos vão ficando, ora dentro do peito, ora fora dele...

Um, dois, três ------ Vamos atar a alegria, a felicidade, o amor e a paz!!!!

Um, dois, três ----- Vamos desatar a mágoa, a dor, as lágrimas!!!

Que a vida nos ate e desate de forma sublime!!!

Beijo e maravilhosas palavras... do pouco dizemos tanto!!!

P.S. foto espetácular

24 de maio de 2012 às 10:07  
Blogger oteudoceolhar disse...

...
Impossible...(better is impossible),

gosto quando encontro mulheres assim, que me fazem crer que não sou um ser estranho no meio dos/as outras...

Assim seja feita a sua como a minha vontade.

Do pouco dizemos tanto...
Obrigada pelo muito que deixaste..

Beijo n´oteudoceolhar.

24 de maio de 2012 às 10:56  
Anonymous Sandra disse...

“atar-me a ti”

UMMMMMMMM!!!!!!

24 de maio de 2012 às 12:51  
Anonymous Palmira disse...

Só demonstra a liberdade e certeza de sentimentos, incondicionais e leais !
Fantastic !

24 de maio de 2012 às 15:21  
Blogger AnaBrito disse...

Muito obrigada pelo comentário, gostei muito e vou ver o texto e ouvir a música com calma.

Beijinhos*** vou seguir :)

24 de maio de 2012 às 15:54  
Blogger oteudoceolhar disse...

Ana,

obrigado eu, pelo facto de teres lido, não pelo facto de teres gostado. Essa será a outra parte da questão. Se leste, gostaste...agora é ouvir a música e pensar que sim "One day the sun will shine on you" e tu tens um sorriso tão lindo...é favor de sorrir sim?

Volta sempre que assim entenderes, a porta desta minha casa está sempre aberta...

Beijo n´oteudoceolhar*

24 de maio de 2012 às 16:06  
Blogger PauloSilva disse...

Querida tia.

Vim deixar-lhe um sorriso num abraço. O embrulho de um brilho com sabor de mar. E que saudades tenho eu dele! Quero sentir as mãos do sal, nas minhas.
Ele enlaça-me. E este desabafo, aqui no teu blogue, fez-me deseja-lo ainda mais. Mais do que já desejo. Bem mais.
O atar e desatar. Nó perfeito é nó de MAR(inheiro), verdade ou não?
Nós que do mar somos, nós é que o entendemos.
Não importa a quantidade de nós, mas apenas a qualidade. Assim é com o sentimento. Sentimento tão arrumado, tão enrolado, tão enlaçado. Perfeito.
Mãos dadas. Aqui vamos. Amarrados em nós e atados nos outros. Assim somos.

Te deixo um leve beijinho na bochecha, cheio de carinho e amizade de um sobrinho tão bem conquistado...

24 de maio de 2012 às 21:48  
Blogger oteudoceolhar disse...

Sobrinho de sua Tia,

"Nós que do Mar somos..."
Dúvidas?
Nenhuma Pensador, eu sou tão dele como ele é tão meu...sim ele tudo ouve, tudo entende, tudo vê, tudo guarda, os segredos, os medos as alegrias as tristezas o nosso sorriso o nosso extase...ele a ele devemos tudo, a ele nos damos...Sem dúvida...
Temos a companhia do piano, temos o sabor do Mar(amar), salgado, das ondas que beijam a areia, salgam o corpo, adoçam a mente ...temos o mundo imenso à nossa frente e nós tão pequenos defronte a ele, numa única ânsia...Amar ao mar, o Mar...
Muitas são muitas as saudades que sinto, que tenho dentro do peito, tantas muitas que quando o vir...ai quando o vir...enlaço-me num laço que jamais se irá desenlaçar, quando, quando eu vir o mar...

Ai Paulo, a vida é longa meu valente sobrinho...o mundo será teu, acredito piamente...és um escritor de alma e coração, as palavras são tuas...A Tia apenas lê, e absorve, no sentir o que pensa sentir, o sentir de quem escreve...
Vai á LUTA! Tu és grande, és um Vencedor, és Brilhante...

Aceito o beijo do sobrinho tão querido. Gosto sim muito deste sobrinho, porque tenho orgulho muito, de haverem homem do amanhã que são-no hoje...A juventude é uma...mas os brilhantes existem e honram a sua condição de jovens, e homens do amanhã que é já hoje...

24 de maio de 2012 às 22:16  
Blogger Flor de Jasmim disse...

Maria minha querida
Amei a foto!
As tuas palavras vão-me fazendo compreender que esse atar é de felicidade e amor, já o desatar é algo que à muito devia ter sido desatado, mas existem nós que não se conseguem desatar, apenas deixam-se mais largos.

Beijinho e uma flor

24 de maio de 2012 às 22:52  
Blogger oteudoceolhar disse...

Minha Flor,

Permites-me uma pausa para um pouco de silêncio?

Há laços, de nós que se fazem, sem se querer, querendo…
Há laços de nós, que são simplesmente laços enlaçados, e envoltos, num imenso embrulho em nós “enraizado”, por nós conquistado…
Somos como somos, e os nós que em laços se transformam..dão-nos o ar o alimento, o sorriso a lágrima da saudade, que em nós enlaçada se faz.
Porque laços há, que são parte de nós…e simplesmente não se explicam…

Fica apenas e só assim, não digo muito mais…

Obrigada, um beijo n´oteudoceolhar.

25 de maio de 2012 às 11:56  
Blogger Marta disse...

A vida é atar e desatar...
Momentos altos em que voamos...
Momentos em que apenas se sente dor...
Lindo...
Vim através do blog da Secreta e espero que perdoes a "entrada"..
Até Já
Marta

25 de maio de 2012 às 13:40  
Blogger oteudoceolhar disse...

Marta,

a porta desta minha casa está sempre aberta...venha quem vier, que venha por bem.
Entra senta-te, fica à vontade...

Verdade,

Voamos lá pelo alto, na dor, na tristeza, caímos a pique...
Este momento é um momento de pura Paz, de alimento à alma, de um dar, sem esperar nada em troca..só assim por vezes recebemos os mais valiosos "presentes"...

Quando quiseres levantas-te vais, e quando quiseres, voltas e voltas-te a sentar.
Seja bem vinda a amiga, que vinda do mundo da minha Secreta, é muito bem vinda.
Obrigada!

Beijo n´oteudoceolhar.

25 de maio de 2012 às 14:13  
Blogger PauloSilva disse...

Minha querida tia,

Li, reli, senti e voltei a sentir a resposta aqui. O que posso dizer? Tudo não é? Mas tudo seria se as lágrimas não estivessem amarradas ao peito querendo saltar.
Agradeço-te, do fundo deste meu mar, nosso mar. Porque assim deverá ser. Palavras essas são-me importantes, deveras, e sinto que verdadeiras.

Vim deixar-te um abraço e um pedacinho de bolo. Precisamos de ter o coração adocicado, digo eu que só te quero bem, tia de meu coração. ♥

27 de maio de 2012 às 14:55  
Blogger Secreta disse...

Vamos desatar os nós que nos prendem ao que já não queremos para nós!

28 de maio de 2012 às 15:53  
Blogger Impossible-not-fall disse...

Minha querida...

Acreditar em nós é o primeiro passo a dar!!!

Temos que contrariar os ventos que nos desatam do que mais gostamos!!!

Beijinho

28 de maio de 2012 às 16:35  
Blogger oteudoceolhar disse...

...pura verdade.
Aqui andamos a fazer por isso.

28 de maio de 2012 às 16:37  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

} @media handheld { #wrap { width:90%; } #main-top { width:100%; background:#FFF3DB; } #main-bot { width:100%; background:#FFF3DB; } #main-content { width:100%; background:#FFF3DB; } } #inner-wrap { padding:0 50px; } #blog-header { margin-bottom:0px; } #blog-header h1 { margin:0; padding:0 0 6px 0; font-size:225%; font-weight:normal; color:#612E00; } #blog-header h1 a:link { text-decoration:none; } #blog-header h1 a:visited { text-decoration:none; } #blog-header h1 a:hover { border:0; text-decoration:none; } #blog-header p { margin:0; padding:0; font-style:italic; font-size:94%; line-height:1.5em; } div.clearer { clear:left; line-height:0; height:10px; margin-bottom:12px; _margin-top:-4px; /* IE Windows target */ background:url("") no-repeat bottom left; } @media all { #main { width:560px; float:left; padding:8px 0; margin-left:-40px; } #sidebar { width:240px; float:right; padding:8px 0; margin-left:-50px; } @media handheld { #main { width:100%; float:none; } #sidebar { width:100%; float:none; } } #footer { clear:both; background:url("") no-repeat top left; padding-top:10px; _padding-top:6px; /* IE Windows target */ } #footer p { line-height:1.5em; font-family:Verdana, sans-serif; font-size:75%; } /* Typography :: Main entry ----------------------------------------------- */ h2.date-header { font-weight:normal; text-transform:capitalize; text-align:right; letter-spacing:.1em; font-size:90%; margin:0; padding:0; } .post { text-align:center; margin:8px 0 24px 0; line-height:1.5em; } h3.post-title { font-weight:normal; text-align:center; font-size:140%; color:#da70cd; margin:0; padding:0; } .post-body p { text-align:center; margin:0 0 .6em 0; } .post-footer { font-family:Verdana, sans-serif; color:#da70cd; font-size:74%; border-top:0px solid #BFB186; padding-top:6px; } .post ul { margin:0; padding:0; } .post li { line-height:1.5em; list-style:none; background:url("") no-repeat 0px .3em; vertical-align:top; padding: 0 0 .6em 17px; margin:0; } /* Typography :: Sidebar ----------------------------------------------- */ h2.sidebar-title { font-weight:normal; font-size:120%; margin:0; padding:0; color:#da70cd; } h2.sidebar-title img { margin-bottom:-4px; } #sidebar ul { font-family:Verdana, sans-serif; font-size:86%; margin:6px 0 12px 0; padding:0; } #sidebar ul li { list-style: none; padding-bottom:6px; margin:0; } #sidebar p { text-align:center; font-family:Verdana,sans-serif; font-size:86%; margin:0 0 .6em 0; } /* Comments ----------------------------------------------- */ #comments {} #comments h4 { font-weight:normal; font-size:120%; color:#29303B; margin:0; padding:0; } #comments-block { line-height:1.5em; } .comment-poster { background:url("") no-repeat 2px .35em; margin:.5em 0 0; padding:0 0 0 20px; font-weight:bold; } .comment-body { margin:0; padding:0 0 0 20px; } .comment-body p { font-size:100%; margin:0 0 .2em 0; } .comment-timestamp { font-family:Verdana, sans-serif; color:#29303B; font-size:74%; margin:0 0 10px; padding:0 0 .75em 20px; } .comment-timestamp a:link { color:#473624; text-decoration:underline; } .comment-timestamp a:visited { color:#716E6C; text-decoration:underline; } .comment-timestamp a:hover { color:#956839; text-decoration:underline; } .comment-timestamp a:active { color:#956839; text-decoration:none; } .deleted-comment { font-style:italic; color:gray; } .paging-control-container { float: right; margin: 0px 6px 0px 0px; font-size: 80%; } .unneeded-paging-control { visibility: hidden; } /* Profile ----------------------------------------------- */ #profile-container { margin-top:12px; padding-top:12px; height:auto; background:url("") no-repeat top left; } .profile-datablock { margin:0 0 4px 0; } .profile-data { display:inline; margin:0; padding:0 8px 0 0; text-transform:uppercase; letter-spacing:.1em; font-size:90%; color:#211104; } .profile-img {display:inline;} .profile-img img { float:left; margin:0 8px 0 0; border:1px solid #A2907D; padding:2px; } .profile-textblock { font-family:Verdana, sans-serif;font-size:86%;margin:0;padding:0; } .profile-link { margin-top:5px; font-family:Verdana,sans-serif; font-size:86%; } /* Post photos ----------------------------------------------- */ img.post-photo { border:1px solid #A2907D; padding:4px; } /* Feeds ----------------------------------------------- */ #blogfeeds { } #postfeeds { padding:0 0 12px 20px; }

quinta-feira, 24 de maio de 2012

..."Amarras de Mim"...




“Ata-me num, dois, três nós…
Desata-me num, dois, três nós…
Desata-me a mente que atada se sente.
Solta-me das amarras, do sentir-te a ti…
Sentir-te em mim, impresso num laço enlaçado,
Numa pressa sem pressa…
Com pressa, num impasse do atar-me a ti, e em ti me desatar”.

Maria .

Beijo n´oteudoceolhar.



16 Comentários:

Blogger Impossible-not-fall disse...

Minha linda,

é num atar doce, e num desatar gradioso, que os momentos vão ficando, ora dentro do peito, ora fora dele...

Um, dois, três ------ Vamos atar a alegria, a felicidade, o amor e a paz!!!!

Um, dois, três ----- Vamos desatar a mágoa, a dor, as lágrimas!!!

Que a vida nos ate e desate de forma sublime!!!

Beijo e maravilhosas palavras... do pouco dizemos tanto!!!

P.S. foto espetácular

24 de maio de 2012 às 10:07  
Blogger oteudoceolhar disse...

...
Impossible...(better is impossible),

gosto quando encontro mulheres assim, que me fazem crer que não sou um ser estranho no meio dos/as outras...

Assim seja feita a sua como a minha vontade.

Do pouco dizemos tanto...
Obrigada pelo muito que deixaste..

Beijo n´oteudoceolhar.

24 de maio de 2012 às 10:56  
Anonymous Sandra disse...

“atar-me a ti”

UMMMMMMMM!!!!!!

24 de maio de 2012 às 12:51  
Anonymous Palmira disse...

Só demonstra a liberdade e certeza de sentimentos, incondicionais e leais !
Fantastic !

24 de maio de 2012 às 15:21  
Blogger AnaBrito disse...

Muito obrigada pelo comentário, gostei muito e vou ver o texto e ouvir a música com calma.

Beijinhos*** vou seguir :)

24 de maio de 2012 às 15:54  
Blogger oteudoceolhar disse...

Ana,

obrigado eu, pelo facto de teres lido, não pelo facto de teres gostado. Essa será a outra parte da questão. Se leste, gostaste...agora é ouvir a música e pensar que sim "One day the sun will shine on you" e tu tens um sorriso tão lindo...é favor de sorrir sim?

Volta sempre que assim entenderes, a porta desta minha casa está sempre aberta...

Beijo n´oteudoceolhar*

24 de maio de 2012 às 16:06  
Blogger PauloSilva disse...

Querida tia.

Vim deixar-lhe um sorriso num abraço. O embrulho de um brilho com sabor de mar. E que saudades tenho eu dele! Quero sentir as mãos do sal, nas minhas.
Ele enlaça-me. E este desabafo, aqui no teu blogue, fez-me deseja-lo ainda mais. Mais do que já desejo. Bem mais.
O atar e desatar. Nó perfeito é nó de MAR(inheiro), verdade ou não?
Nós que do mar somos, nós é que o entendemos.
Não importa a quantidade de nós, mas apenas a qualidade. Assim é com o sentimento. Sentimento tão arrumado, tão enrolado, tão enlaçado. Perfeito.
Mãos dadas. Aqui vamos. Amarrados em nós e atados nos outros. Assim somos.

Te deixo um leve beijinho na bochecha, cheio de carinho e amizade de um sobrinho tão bem conquistado...

24 de maio de 2012 às 21:48  
Blogger oteudoceolhar disse...

Sobrinho de sua Tia,

"Nós que do Mar somos..."
Dúvidas?
Nenhuma Pensador, eu sou tão dele como ele é tão meu...sim ele tudo ouve, tudo entende, tudo vê, tudo guarda, os segredos, os medos as alegrias as tristezas o nosso sorriso o nosso extase...ele a ele devemos tudo, a ele nos damos...Sem dúvida...
Temos a companhia do piano, temos o sabor do Mar(amar), salgado, das ondas que beijam a areia, salgam o corpo, adoçam a mente ...temos o mundo imenso à nossa frente e nós tão pequenos defronte a ele, numa única ânsia...Amar ao mar, o Mar...
Muitas são muitas as saudades que sinto, que tenho dentro do peito, tantas muitas que quando o vir...ai quando o vir...enlaço-me num laço que jamais se irá desenlaçar, quando, quando eu vir o mar...

Ai Paulo, a vida é longa meu valente sobrinho...o mundo será teu, acredito piamente...és um escritor de alma e coração, as palavras são tuas...A Tia apenas lê, e absorve, no sentir o que pensa sentir, o sentir de quem escreve...
Vai á LUTA! Tu és grande, és um Vencedor, és Brilhante...

Aceito o beijo do sobrinho tão querido. Gosto sim muito deste sobrinho, porque tenho orgulho muito, de haverem homem do amanhã que são-no hoje...A juventude é uma...mas os brilhantes existem e honram a sua condição de jovens, e homens do amanhã que é já hoje...

24 de maio de 2012 às 22:16  
Blogger Flor de Jasmim disse...

Maria minha querida
Amei a foto!
As tuas palavras vão-me fazendo compreender que esse atar é de felicidade e amor, já o desatar é algo que à muito devia ter sido desatado, mas existem nós que não se conseguem desatar, apenas deixam-se mais largos.

Beijinho e uma flor

24 de maio de 2012 às 22:52  
Blogger oteudoceolhar disse...

Minha Flor,

Permites-me uma pausa para um pouco de silêncio?

Há laços, de nós que se fazem, sem se querer, querendo…
Há laços de nós, que são simplesmente laços enlaçados, e envoltos, num imenso embrulho em nós “enraizado”, por nós conquistado…
Somos como somos, e os nós que em laços se transformam..dão-nos o ar o alimento, o sorriso a lágrima da saudade, que em nós enlaçada se faz.
Porque laços há, que são parte de nós…e simplesmente não se explicam…

Fica apenas e só assim, não digo muito mais…

Obrigada, um beijo n´oteudoceolhar.

25 de maio de 2012 às 11:56  
Blogger Marta disse...

A vida é atar e desatar...
Momentos altos em que voamos...
Momentos em que apenas se sente dor...
Lindo...
Vim através do blog da Secreta e espero que perdoes a "entrada"..
Até Já
Marta

25 de maio de 2012 às 13:40  
Blogger oteudoceolhar disse...

Marta,

a porta desta minha casa está sempre aberta...venha quem vier, que venha por bem.
Entra senta-te, fica à vontade...

Verdade,

Voamos lá pelo alto, na dor, na tristeza, caímos a pique...
Este momento é um momento de pura Paz, de alimento à alma, de um dar, sem esperar nada em troca..só assim por vezes recebemos os mais valiosos "presentes"...

Quando quiseres levantas-te vais, e quando quiseres, voltas e voltas-te a sentar.
Seja bem vinda a amiga, que vinda do mundo da minha Secreta, é muito bem vinda.
Obrigada!

Beijo n´oteudoceolhar.

25 de maio de 2012 às 14:13  
Blogger PauloSilva disse...

Minha querida tia,

Li, reli, senti e voltei a sentir a resposta aqui. O que posso dizer? Tudo não é? Mas tudo seria se as lágrimas não estivessem amarradas ao peito querendo saltar.
Agradeço-te, do fundo deste meu mar, nosso mar. Porque assim deverá ser. Palavras essas são-me importantes, deveras, e sinto que verdadeiras.

Vim deixar-te um abraço e um pedacinho de bolo. Precisamos de ter o coração adocicado, digo eu que só te quero bem, tia de meu coração. ♥

27 de maio de 2012 às 14:55  
Blogger Secreta disse...

Vamos desatar os nós que nos prendem ao que já não queremos para nós!

28 de maio de 2012 às 15:53  
Blogger Impossible-not-fall disse...

Minha querida...

Acreditar em nós é o primeiro passo a dar!!!

Temos que contrariar os ventos que nos desatam do que mais gostamos!!!

Beijinho

28 de maio de 2012 às 16:35  
Blogger oteudoceolhar disse...

...pura verdade.
Aqui andamos a fazer por isso.

28 de maio de 2012 às 16:37  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial