! !

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

...A Minha Primeira mostra Fotográfica ...



A fotografia, é para mim um quase como respirar.
Tem sido desde ontem, como o é hoje e no amanhã.
"Há razões que a própria razão desconhece".
Conheço os motivos que me prendem à "arte",
sendo o principal o meu "gosto" pela forma como se "olha" ...
Como, quando e o quê.
Cada fotógrafo entenderá a arte e o modo como "olha" à sua maneira.
Eu entendo-o assim.
O tempo de aprendizagem será, a vida.
Nenhuma fotografia é igual...
 Um fotógrafo nunca consegue fazer o mesmo registo duas vezes seguidas.
Como tal, nada como olhar, tornar a olhar e continuar a olhar.
Os resultados serão sempre diferentes,
e em cada registo é um pouco do fotógrafo que ali fica exposto.
Cada um entenderá à sua maneira a arte.
Eu entendo-a assim.
O melhor de todos os meus modelos, é o Mar,
é fonte mais do que inspiradora,
a natureza, de um modo geral, pretendendo mais tarde,
aprefeiçoar a técnica, para complementar o meu "eu",
enquanto fotógrafo de paisagem, para já vou dando os,
"passos", necessários enquanto fotógrafo amador.
A fotografia é sem sombra de dúvida,
um complemento à minha pessoa.
A fotografia é o momento, o momento é a arte, e a arte é eterna.
...

 
Quero agradecer,
Aos Dois pilares fundamentais na minha vida.
O meu Filho Tomás, e à minha mãe Maria Helena.
Aos meus irmãos...José e João Ferreira pela sua presença e palavras.
Levam-me a acreditar no meu valor, na sua amizade,
e presença no hoje e no amanhã.
Aos meus sobrinhos.
Ao Luís Geirinhas, ao António Gomes, pela amizade de uma vida.
“Lacorrilha” (http://lacorrilha.blogspot.com/),
 por ter acreditado e "olhado" sempre de frente as minhas fotografias,
com olhar crítico e incentivador.
Um obrigado a mais uma daquelas pessoas que através da crítica e olhar apurado,
do "estar" me tem apoiado de forma construtiva ... “Charlie”.
Sem ti o “hoje” seria completamente diferente do “amanhã”.
Tens sido força motora, e motivadora. Ambos o sabemos.
Liliana, Micaela, Marta, Ana B., Patrícia, Mafalda (as minhas mulheres),
Isabel A., e todos os meus colegas (críticos de linha da frente).
Sandra F. da Portugal Telecom (um imenso obrigada, por "apostar" em mim).
Agradeço à Anabela Ferreira e Andreia Ferreira,
por terem feito chegar o meu "trabalho",
à pessoa do Sr. Ricardo, sem este incentivo,
sem este "passar" de palavra, este “hoje” não ficaria marcado no amanhã.
Ao José Canelas ... é uma honra a tua amizade
(sim que eu um dia ainda vou saber "fazer" uma foto à José Canelas).
http://olhares.aeiou.pt/jhc
Susana Lamy
http://olhares.aeiou.pt/susananoites
À nossa amizade crescente, e olhar atento.
A todos os fotógrafos, que passam pelas minhas galerias
 do Olhares e do Reflexos
A todos aqueles que por aqui passam e lêem as minhas palavras,
sejam elas acompanhadas por fotografias minhas ou não.
As vossas palavras também elas são importantes, e servem de incentivo.
Em resumo agradeço aos 99% de pessoas que me tem apoiado nesta jornada,
bem como ao 1% que, não valorizou nem acreditou em mim.
Levou a que eu acreditasse, que seria capaz, e que tenho valor.
O agradecimento maior vai, direitinho a Ti Maria, a Mim.
Nunca mas nunca te menosprezes, mesmo quando não acredites.
O dia de amanhã ninguém o viu e o que é hoje não será no amanhã...

Maria Ferreira.
 
 
Um Beijo n´oteudoceolhar.

 

 

28 Comentários:

Blogger Lacorrilha disse...

Estava tudo muito bonito, e eu fiquei muito feliz por ti.
Amanhã respondo ao mail que me enviaste.
Beijocas

5 de setembro de 2011 às 23:58  
Anonymous J.Ferreira disse...

Olá MJ,

Fico muito contente com este primeiro desafio.
Obviamente que não consigo ter a noção exata do impacto da exposição na sala, porque a luz do flash distorce muito a minha perceção.
Para a tua página de honra diria:
"Um objetivo e uma paixão nunca são uma miragem, mas antes pelo contrário, bem real, o corolário do acreditarmos e lutarmos incansavelmente por atingir esse nível supremo, que nos trás a serenidade e alimenta o nosso bem estar pessoal. Já lá chegaste, mesmo que humildemente, mas já lá chegaste.
Só tens de manter a chama acesa.
Mantem-te fiel ao teu elemento e apimenta o teu trabalho com criatividade e perspicácia, q.b."
Um beijinho para a mãe Lena, sempre acreditou no talento dos filhos, para o puto Tomás e para a criativa MJ

6 de setembro de 2011 às 10:38  
Anonymous Isabel A. disse...

Mª Joao

Nunca deixe de acreditar...

Bj

6 de setembro de 2011 às 11:12  
Blogger Check Point Charlie disse...

Olá Mary

Sabes, é impossível alguém acreditar em nós, quando nós próprios não o fazemos.
Quando começámos a falar deste mundo tão nosso (fotografia), apesar de todas as tuas reservas, eu consegui perceber que lá no fundo tu acreditavas em ti mesma, mesmo tendo medo de o demonstrar.
Todas estas pessoas de que falas aqui, de certeza que sentiram o mesmo que eu, e mais não fizeram que dizer "tu consegues"!
Acima de tudo, é a ti que tens que agradecer, por nunca teres desistido, por teres continuado a sonhar. Nós apenas sonhámos contigo.

Um beijo n'oteudoceolhar

Charlie

6 de setembro de 2011 às 12:24  
Blogger oteudoceolhar disse...

Charlie,

começo por ti porque tem de ser assim...tu sabes.
O José Ferreira, foi a corda lançada, quando "me deitei" ao poço, a minha determinação em escalar, em subir, em não me querer afogar em águas que não são as do mar, foi o "passo" seguinte ... Tu puxaste a corda que o José Ferreira lançou.
O meu irmão foi de importância vital...a figura amiga/paternal, o respeito e carinho que tenho para com ele hoje são imensos.
O nosso "amor" á arte, fez de nós o que somos hoje, ísso só a nós diz respeito (venham os lapiz da censura que eu estou muito ralada) ... Eu agradeço-te porque tenho de o fazer. E mais não digo, porque o resto dir-te-ei sempre.
E agora falta o mano John tocar aquela música especial ...

Sweet Charlie, big Hug, big Kiss ... in your soul, and in you rtender heart.

Mary.

6 de setembro de 2011 às 13:21  
Blogger oteudoceolhar disse...

Zé,

Para ti todas as palavras serão poucas.
Agradeço-te tanto mas tanto, que não tens ideia, foste a corda lançada ao "poço"...irei agradecer-te para sempre as palavras de incentivo, de coragem...

Já sabes mais como o faço eu e as palavras. O hoje é diferente do ontem...o amanhã será construído pé ante pé ...e pedra sobre pedra tudo será reerguido. Como dizias “vamo-nos reerguer e acreditar naquilo que acreditamos e amamos verdadeiramente…”. Vamos sim…
És sangue do meu sangue, és o abraço que me fez falta ontem, e no hoje, e sei que vais estar amanhã lá...ao fundo da estrada da vida, dê ela as voltas que der. Sei porque essa é a natureza, do ser que és.
Obrigada de coração...Beijo da Lena e do Petit reguila Tomás.

Da lamechas da Tua Irmã Maria.
(não vou baixar os braços…não vou).

6 de setembro de 2011 às 13:35  
Blogger oteudoceolhar disse...

Lacorrilha,

tinhas de estar no meu texto (estás no livro, depois assinas o mesmo está uma folha guardada para ti)... 6 anos e durante este tempo todo "olhas-te" sempre com olhos de ver o que escrevi e o que faço com muito amor, na sua simplicidade e minha entrega. Fotografia, não me esqueço taç como tu, quem te andou a massacrar a cabeça para ires para a frente com o teu gosto e olhar para a fotografia, tal como não me esqueço das vezes que me deste na cabeça para eu não deixar o blog e escrever.
Estamos no caminho mais que cero, e estamos cá ...

Obrigada Rabina, meu cubinho de gelo mai quente.

Beijo n´oteudoceolhar.
(p.s: eu sei que ficas feliz por mim...simplesmente porque sei).

6 de setembro de 2011 às 14:02  
Blogger oteudoceolhar disse...

Isabel,

para si as palavras tb são poucas.
Apenas obrigada por tudo.

Beijo n´oteudoceolhar.

6 de setembro de 2011 às 14:20  
Blogger Secreta disse...

Olá!(estou de volta)
Há coisas na vida que nos apaixonam de tal forma, que se transformam no nosso ar, na nossa vontade e na nossa razão de "ser". Portanto, acredita sempre que esse teu "ser" é tão importante e valioso como todos os outros! E, nunca desistas daquilo que te faz FELIZ.
Um beijito .
Com saudade.
:)

6 de setembro de 2011 às 16:24  
Blogger Flor de Jasmim disse...

Maria querida
excelentes fotos!!! Vai em frente Amiga não olhes para traz. Tu consegues e sabes bem que sim porque és por e simplesmente determinada.
Força amiga fica bem.
Beijinho n,oteudoceolhar

6 de setembro de 2011 às 20:52  
Blogger Meos Desabafos disse...

Ao ler o post da secreta, não poderia estar mais de acordo!
Faz aquilo que te faz mais feliz!!!
Mas espero que todos estes agradecimentos não sejam uma despedida como parece; pois as tuas palavras conjugadas com esta música (que tanto gosto), até me parece uma despedida (não creio nem quero acreditar que o seja!)

6 de setembro de 2011 às 22:09  
Anonymous João Ferreira disse...

Gostei da Tua exposição,

Olhando para cada fotografia conseguimos sentir a paixão a dedicação e o empenhamento da “artista” no seu trabalho.

O teu trabalho transmite-nos, força e confiança para continuarmos a acreditar que somos capazes e que temos sempre um amigo para nos dar aquele apoio que por vezes necessitamos.

Deixo-te um pequeno texto de Tato Ortega, que acenta que nem uma luva no teu trabalho e acima de tudo na mensagem que ele transmite.

“O meu amigo é um porto onde me abrigo das tormentas. Um óassis verde no meio dos meus desertos.

O meu amigo é um vale cheio de flores onde procuro a cor e o perfume da vida.

O meu amigo às vezes é o silêncio indecifrável, que devo aprender a respeitar.

O meu amigo é o único de um monte donde posso olhar sem cair. O meu amigo é o laço atapetado onde caio sem me ferir”

Do teu Irmão amigo João Ferreira.

P.s: Felicidades para o teu, realiza o teu sonho.

6 de setembro de 2011 às 22:46  
Blogger oteudoceolhar disse...

Secreta,

obrigada minha querida, faz falta a tua presença, dei-me conta de que deveria estar de férias. Tu és das leituras mais assíduas d´oteudoceolhar.

Obrigada obrigada ... Não vou desistir, porque é algo que me apaixona e me faz feliz.

Beijo n´oteudoceolhar.

6 de setembro de 2011 às 22:47  
Blogger oteudoceolhar disse...

Minha Flor,

dá trabalho dá, mas é algo que se faz com o coração e a alma, algum suor e muita espéctativa. É o começo acredita porque eu acredito e sim vou conseguir realizar o meu sonho e mais outro que está na calha ... eu Acordei e tive todo o vosso apoio para me reerguer, e levantei-me só e depois com ajuda.
Não desisto agora não desisto...

Adélia desculpa o tempo tem sido muito pouco, não está esquecido.
Vou tentar amanhã ir ver do teu mail...desculpa.

OBRIGADA, beijo n´oteudoceolhar.

6 de setembro de 2011 às 22:50  
Blogger oteudoceolhar disse...

Meos desabafos,

parece estranho mas digo-o desta forma oteudoceolhar acaba quando eu "morrer" ... passo o peso do que acabei de escrever. Ele existe vai para 6 anos em Outubro, e parece que nunca o senti Tão VIVO
Tal como a fotografia, hoje as palavras são o ar que respiro, todas as que lês e lêem, as que transbordam de mim e ficam em "escritos" que serão apenas lidos por quem devem ser, ou simplesmente estão em espera para serem lançados aqui, ou guardados para o que está para vir.
Não é uma despedida, não é mesmo … é mesmo com humildade que agradeço a força que todos me tem dado e o acreditarem em MIM, mais do que eu alguma vez fui capaz de fazer. Hoje vejo que sim EU sou bem mais do que tudo aquilo em que me fizeram acreditar, EU sou EU, e quem não gostar … azar.
Hoje eu gosto mais de mim do que ontem…e isso é que importa, mais fácil será todos os que me rodeiam estarem em paz e na paz comigo.
Quando cair sofro escrevo e sofro, mas depois volto á plenitude.
Obrigada a ti que chegas…mas já cá estás.
Beijo n´oteudoceolhar

6 de setembro de 2011 às 22:55  
Anonymous LuísA. disse...

Boa miúda,


Felizmente que o esforço, dedicação, amor e paixão é finalmente reconhecido. És merecedora pois como Guerreira que és é um miminho que Deus te dá.



Beijos teu admirador

6 de setembro de 2011 às 23:23  
Blogger oteudoceolhar disse...

João,

Tu foste a primeira pessoa a escrever no meu livro, bem como foste a pessoa, que ajudou a dar força, para que tudo fosse para a frente.

Hoje também és um amigo diferente do ontem.
Para ti as palavras também serão poucas, porque por vezes podemos escrever muito e nada dizer.
Eu sei ... e hoje sei que posso contar com os meus irmãos.

Com dois homens de quem tenho muito mas muito orgulho ... porque são dois homens com H bem maiúsculo.

Fico imensamente feliz pela forma como olhas-te o meu "trabalho", e tudo aquilo que ele transmite, tem de ser assim, porque hoje também eu quero e seria assim cada vez mais.

Ao meu amigo e irmão João, sangue do meu sangue, o meu respeito, carinho e amizade.

E uma palavra tão simples que a muitos falta saberem dizer porque simplesmente não sabem ser humildes para ... OBRIGADA, por tudo.
(até pela serenata a que tive/tivemos direito).

Beijo n´oteudoceolhar

7 de setembro de 2011 às 14:42  
Anonymous Osval disse...

Continua a apostar em grande no teu trabalho.
Tás lá.

7 de setembro de 2011 às 15:39  
Blogger martolas disse...

Pelos vistos não é só a luz da LUA que torna os sonhos eternos no teu caso é o reflexo do MAR e olha que as duas coisas juntas uiiiii
Isto é só o inicio ;)
Curtes Pink Floyd então aqui vai:

http://www.youtube.com/watch?v=tkJNyQfAprY

Bjs

7 de setembro de 2011 às 21:52  
Anonymous Li disse...

Aqui tou eu minha "estúpida" do coração, sabes q és smp assim tratada com todo o amor e carinho q tenho por ti! Finalmente começaste a acreditar em TI!
Estou mto mto FELIZ por TI, que seja smp assim daqui para a frente, enfrentar o Futuro sem medo do amanhã e sem pensar mto no ontem q ficou para trás, este é um novo virar a página na tua vida!!!
Mais Feliz ainda estou por estares a realizar 1 "sonho" da tua VIDA!!! Venham mais exposições!!!

Beijinho grande desta tua mulher q gosta mto de ti e de te dar na cabeça smp q acha q faz falta!!! Lol

7 de setembro de 2011 às 23:20  
Anonymous Sandra F. disse...

Olá Maria,
Parabéns! É muito importante acreditarmos em nós próprias, depois disso o céu é o limite!

Um beijo, bem grande a uma mulher que não tem medo de enfrentar os seus medos…

Sandra.

9 de setembro de 2011 às 09:20  
Anonymous Mãe Lena disse...

Querida Maria João,

este pequeno apontamento é para expressar a minha felicidade pelos teus trabalhos, e como mãe agradecer aos teus irmão, restante família e amigos a força que te foi dada para brotares no papel a tua sensualidade pela escrita e sensibilidade na fotografia. Um agradecimento especial à tua "musa" inspiradora. Que essa luz nunca se apague.
Cada dia que passa me sinto mais orgulhosa dos meus filhos José, João e tu Maria João, vê-los mais unidos e prontos a se entreajudarem, isso é muito compensador. Um bem haja a todos uma abraço e um beijinho da mãe amiga Lena.

9 de setembro de 2011 às 12:36  
Blogger PauloSilva disse...

Por vezes é por culpa daqueles que nos desprezam que nós encontramos o nosso real e grande valor. É bom que tenhamos de discordar, por vezes. É bom. Agradecido pelo comentário .. (No meu post escrevi Homens com "H" grande para identificar Humanidade)
Beijo *

9 de setembro de 2011 às 15:40  
Blogger oteudoceolhar disse...

Pensador,

eu entendi que o H maiúsculo era para Humanidade, ainda assim não altero o comentário.

Aos que nos desprezam...faz-se absolutamente o mesmo, nem sequer vale a pena pensar muito nisso.

Beijo n´oteudoceolhar.

9 de setembro de 2011 às 17:05  
Blogger Secreta disse...

Olázinho :)
Passei para te desejar um excelente fim de semana (de preferencia com muitos cliques :p)
Beijito.

9 de setembro de 2011 às 17:06  
Blogger mjoaob disse...

Muito bonito. Também adoro fotografia.
:)

15 de setembro de 2011 às 17:50  
Anonymous olha_por_mim disse...

Olá!!!
Fiquei muito...mas muito feliz por ti...quando se acredita nas nossas próprias capacidades há que lutar e tu conseguiste...nunca deixes de acreditar...vive o presente no teu melhor nível...e vais ver que o futuro te vai sorrir e muito:)))
Beijocas grandes para ti e para o Tomás:)))

16 de setembro de 2011 às 12:47  
Anonymous krisppy disse...

Há quem diga que a fotografia é a ciência e a arte de saber obter imagens duradouras através de pessoas, lugares ou pelo que nos apaixonamos numa vida e depois, com a mesma arte, saber tratá-las na “câmara escura”, onde numa película bastante sensível, soubemos gravar os momentos que nos dizem algo, um pedaço desta vida que fica para sempre eternizado!
Tirei centenas de fotos durante a minha vida, com outro objectivo, aos poucos fui me aprimorando e ganhei com esse trabalho de aperfeiçoamento, o facto de poder publicar as mesmas em vários jornais (algumas vezes na capa de um diário que é nacional), o meu ponto de vista sobre algo ou alguém, até de quem já não está entre nós, mas que ficou ali eternizado/a para sempre naquele pedaço de papel, e que mais não é que “história” afinal!
Vejo esta tua exposição de fotografia, que gostei mesmo muito e que seja a primeira de muitas, assim espero, como isso mesmo, a tua “história”, não do lugar que te viu nascer mas que estará até ao final no teu coração porque te pertence por direito, faz parte da tua alma! Também é um pedacinho de ti, do mar, desse imenso Alentejo, das flores, dos céus ou simplesmente das nuvens... não importa é a tua visão, naquele momento que... o teu doce olhar... viu algo, registou e guardou para sempre! São estas as palavras que te quero deixar e obviamente o desejo de ver muitas outras fotos da Maria Ferreira, essa grande fotógrafa que um dia tive o prazer de conhecer e tornar-me Amigo, do fundo do meu coração! Força Maria... carrega no botão!

31 de outubro de 2011 às 20:36  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

} @media handheld { #wrap { width:90%; } #main-top { width:100%; background:#FFF3DB; } #main-bot { width:100%; background:#FFF3DB; } #main-content { width:100%; background:#FFF3DB; } } #inner-wrap { padding:0 50px; } #blog-header { margin-bottom:0px; } #blog-header h1 { margin:0; padding:0 0 6px 0; font-size:225%; font-weight:normal; color:#612E00; } #blog-header h1 a:link { text-decoration:none; } #blog-header h1 a:visited { text-decoration:none; } #blog-header h1 a:hover { border:0; text-decoration:none; } #blog-header p { margin:0; padding:0; font-style:italic; font-size:94%; line-height:1.5em; } div.clearer { clear:left; line-height:0; height:10px; margin-bottom:12px; _margin-top:-4px; /* IE Windows target */ background:url("") no-repeat bottom left; } @media all { #main { width:560px; float:left; padding:8px 0; margin-left:-40px; } #sidebar { width:240px; float:right; padding:8px 0; margin-left:-50px; } @media handheld { #main { width:100%; float:none; } #sidebar { width:100%; float:none; } } #footer { clear:both; background:url("") no-repeat top left; padding-top:10px; _padding-top:6px; /* IE Windows target */ } #footer p { line-height:1.5em; font-family:Verdana, sans-serif; font-size:75%; } /* Typography :: Main entry ----------------------------------------------- */ h2.date-header { font-weight:normal; text-transform:capitalize; text-align:right; letter-spacing:.1em; font-size:90%; margin:0; padding:0; } .post { text-align:center; margin:8px 0 24px 0; line-height:1.5em; } h3.post-title { font-weight:normal; text-align:center; font-size:140%; color:#da70cd; margin:0; padding:0; } .post-body p { text-align:center; margin:0 0 .6em 0; } .post-footer { font-family:Verdana, sans-serif; color:#da70cd; font-size:74%; border-top:0px solid #BFB186; padding-top:6px; } .post ul { margin:0; padding:0; } .post li { line-height:1.5em; list-style:none; background:url("") no-repeat 0px .3em; vertical-align:top; padding: 0 0 .6em 17px; margin:0; } /* Typography :: Sidebar ----------------------------------------------- */ h2.sidebar-title { font-weight:normal; font-size:120%; margin:0; padding:0; color:#da70cd; } h2.sidebar-title img { margin-bottom:-4px; } #sidebar ul { font-family:Verdana, sans-serif; font-size:86%; margin:6px 0 12px 0; padding:0; } #sidebar ul li { list-style: none; padding-bottom:6px; margin:0; } #sidebar p { text-align:center; font-family:Verdana,sans-serif; font-size:86%; margin:0 0 .6em 0; } /* Comments ----------------------------------------------- */ #comments {} #comments h4 { font-weight:normal; font-size:120%; color:#29303B; margin:0; padding:0; } #comments-block { line-height:1.5em; } .comment-poster { background:url("") no-repeat 2px .35em; margin:.5em 0 0; padding:0 0 0 20px; font-weight:bold; } .comment-body { margin:0; padding:0 0 0 20px; } .comment-body p { font-size:100%; margin:0 0 .2em 0; } .comment-timestamp { font-family:Verdana, sans-serif; color:#29303B; font-size:74%; margin:0 0 10px; padding:0 0 .75em 20px; } .comment-timestamp a:link { color:#473624; text-decoration:underline; } .comment-timestamp a:visited { color:#716E6C; text-decoration:underline; } .comment-timestamp a:hover { color:#956839; text-decoration:underline; } .comment-timestamp a:active { color:#956839; text-decoration:none; } .deleted-comment { font-style:italic; color:gray; } .paging-control-container { float: right; margin: 0px 6px 0px 0px; font-size: 80%; } .unneeded-paging-control { visibility: hidden; } /* Profile ----------------------------------------------- */ #profile-container { margin-top:12px; padding-top:12px; height:auto; background:url("") no-repeat top left; } .profile-datablock { margin:0 0 4px 0; } .profile-data { display:inline; margin:0; padding:0 8px 0 0; text-transform:uppercase; letter-spacing:.1em; font-size:90%; color:#211104; } .profile-img {display:inline;} .profile-img img { float:left; margin:0 8px 0 0; border:1px solid #A2907D; padding:2px; } .profile-textblock { font-family:Verdana, sans-serif;font-size:86%;margin:0;padding:0; } .profile-link { margin-top:5px; font-family:Verdana,sans-serif; font-size:86%; } /* Post photos ----------------------------------------------- */ img.post-photo { border:1px solid #A2907D; padding:4px; } /* Feeds ----------------------------------------------- */ #blogfeeds { } #postfeeds { padding:0 0 12px 20px; }

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

...A Minha Primeira mostra Fotográfica ...



A fotografia, é para mim um quase como respirar.
Tem sido desde ontem, como o é hoje e no amanhã.
"Há razões que a própria razão desconhece".
Conheço os motivos que me prendem à "arte",
sendo o principal o meu "gosto" pela forma como se "olha" ...
Como, quando e o quê.
Cada fotógrafo entenderá a arte e o modo como "olha" à sua maneira.
Eu entendo-o assim.
O tempo de aprendizagem será, a vida.
Nenhuma fotografia é igual...
 Um fotógrafo nunca consegue fazer o mesmo registo duas vezes seguidas.
Como tal, nada como olhar, tornar a olhar e continuar a olhar.
Os resultados serão sempre diferentes,
e em cada registo é um pouco do fotógrafo que ali fica exposto.
Cada um entenderá à sua maneira a arte.
Eu entendo-a assim.
O melhor de todos os meus modelos, é o Mar,
é fonte mais do que inspiradora,
a natureza, de um modo geral, pretendendo mais tarde,
aprefeiçoar a técnica, para complementar o meu "eu",
enquanto fotógrafo de paisagem, para já vou dando os,
"passos", necessários enquanto fotógrafo amador.
A fotografia é sem sombra de dúvida,
um complemento à minha pessoa.
A fotografia é o momento, o momento é a arte, e a arte é eterna.
...

 
Quero agradecer,
Aos Dois pilares fundamentais na minha vida.
O meu Filho Tomás, e à minha mãe Maria Helena.
Aos meus irmãos...José e João Ferreira pela sua presença e palavras.
Levam-me a acreditar no meu valor, na sua amizade,
e presença no hoje e no amanhã.
Aos meus sobrinhos.
Ao Luís Geirinhas, ao António Gomes, pela amizade de uma vida.
“Lacorrilha” (http://lacorrilha.blogspot.com/),
 por ter acreditado e "olhado" sempre de frente as minhas fotografias,
com olhar crítico e incentivador.
Um obrigado a mais uma daquelas pessoas que através da crítica e olhar apurado,
do "estar" me tem apoiado de forma construtiva ... “Charlie”.
Sem ti o “hoje” seria completamente diferente do “amanhã”.
Tens sido força motora, e motivadora. Ambos o sabemos.
Liliana, Micaela, Marta, Ana B., Patrícia, Mafalda (as minhas mulheres),
Isabel A., e todos os meus colegas (críticos de linha da frente).
Sandra F. da Portugal Telecom (um imenso obrigada, por "apostar" em mim).
Agradeço à Anabela Ferreira e Andreia Ferreira,
por terem feito chegar o meu "trabalho",
à pessoa do Sr. Ricardo, sem este incentivo,
sem este "passar" de palavra, este “hoje” não ficaria marcado no amanhã.
Ao José Canelas ... é uma honra a tua amizade
(sim que eu um dia ainda vou saber "fazer" uma foto à José Canelas).
http://olhares.aeiou.pt/jhc
Susana Lamy
http://olhares.aeiou.pt/susananoites
À nossa amizade crescente, e olhar atento.
A todos os fotógrafos, que passam pelas minhas galerias
 do Olhares e do Reflexos
A todos aqueles que por aqui passam e lêem as minhas palavras,
sejam elas acompanhadas por fotografias minhas ou não.
As vossas palavras também elas são importantes, e servem de incentivo.
Em resumo agradeço aos 99% de pessoas que me tem apoiado nesta jornada,
bem como ao 1% que, não valorizou nem acreditou em mim.
Levou a que eu acreditasse, que seria capaz, e que tenho valor.
O agradecimento maior vai, direitinho a Ti Maria, a Mim.
Nunca mas nunca te menosprezes, mesmo quando não acredites.
O dia de amanhã ninguém o viu e o que é hoje não será no amanhã...

Maria Ferreira.
 
 
Um Beijo n´oteudoceolhar.

 

 

28 Comentários:

Blogger Lacorrilha disse...

Estava tudo muito bonito, e eu fiquei muito feliz por ti.
Amanhã respondo ao mail que me enviaste.
Beijocas

5 de setembro de 2011 às 23:58  
Anonymous J.Ferreira disse...

Olá MJ,

Fico muito contente com este primeiro desafio.
Obviamente que não consigo ter a noção exata do impacto da exposição na sala, porque a luz do flash distorce muito a minha perceção.
Para a tua página de honra diria:
"Um objetivo e uma paixão nunca são uma miragem, mas antes pelo contrário, bem real, o corolário do acreditarmos e lutarmos incansavelmente por atingir esse nível supremo, que nos trás a serenidade e alimenta o nosso bem estar pessoal. Já lá chegaste, mesmo que humildemente, mas já lá chegaste.
Só tens de manter a chama acesa.
Mantem-te fiel ao teu elemento e apimenta o teu trabalho com criatividade e perspicácia, q.b."
Um beijinho para a mãe Lena, sempre acreditou no talento dos filhos, para o puto Tomás e para a criativa MJ

6 de setembro de 2011 às 10:38  
Anonymous Isabel A. disse...

Mª Joao

Nunca deixe de acreditar...

Bj

6 de setembro de 2011 às 11:12  
Blogger Check Point Charlie disse...

Olá Mary

Sabes, é impossível alguém acreditar em nós, quando nós próprios não o fazemos.
Quando começámos a falar deste mundo tão nosso (fotografia), apesar de todas as tuas reservas, eu consegui perceber que lá no fundo tu acreditavas em ti mesma, mesmo tendo medo de o demonstrar.
Todas estas pessoas de que falas aqui, de certeza que sentiram o mesmo que eu, e mais não fizeram que dizer "tu consegues"!
Acima de tudo, é a ti que tens que agradecer, por nunca teres desistido, por teres continuado a sonhar. Nós apenas sonhámos contigo.

Um beijo n'oteudoceolhar

Charlie

6 de setembro de 2011 às 12:24  
Blogger oteudoceolhar disse...

Charlie,

começo por ti porque tem de ser assim...tu sabes.
O José Ferreira, foi a corda lançada, quando "me deitei" ao poço, a minha determinação em escalar, em subir, em não me querer afogar em águas que não são as do mar, foi o "passo" seguinte ... Tu puxaste a corda que o José Ferreira lançou.
O meu irmão foi de importância vital...a figura amiga/paternal, o respeito e carinho que tenho para com ele hoje são imensos.
O nosso "amor" á arte, fez de nós o que somos hoje, ísso só a nós diz respeito (venham os lapiz da censura que eu estou muito ralada) ... Eu agradeço-te porque tenho de o fazer. E mais não digo, porque o resto dir-te-ei sempre.
E agora falta o mano John tocar aquela música especial ...

Sweet Charlie, big Hug, big Kiss ... in your soul, and in you rtender heart.

Mary.

6 de setembro de 2011 às 13:21  
Blogger oteudoceolhar disse...

Zé,

Para ti todas as palavras serão poucas.
Agradeço-te tanto mas tanto, que não tens ideia, foste a corda lançada ao "poço"...irei agradecer-te para sempre as palavras de incentivo, de coragem...

Já sabes mais como o faço eu e as palavras. O hoje é diferente do ontem...o amanhã será construído pé ante pé ...e pedra sobre pedra tudo será reerguido. Como dizias “vamo-nos reerguer e acreditar naquilo que acreditamos e amamos verdadeiramente…”. Vamos sim…
És sangue do meu sangue, és o abraço que me fez falta ontem, e no hoje, e sei que vais estar amanhã lá...ao fundo da estrada da vida, dê ela as voltas que der. Sei porque essa é a natureza, do ser que és.
Obrigada de coração...Beijo da Lena e do Petit reguila Tomás.

Da lamechas da Tua Irmã Maria.
(não vou baixar os braços…não vou).

6 de setembro de 2011 às 13:35  
Blogger oteudoceolhar disse...

Lacorrilha,

tinhas de estar no meu texto (estás no livro, depois assinas o mesmo está uma folha guardada para ti)... 6 anos e durante este tempo todo "olhas-te" sempre com olhos de ver o que escrevi e o que faço com muito amor, na sua simplicidade e minha entrega. Fotografia, não me esqueço taç como tu, quem te andou a massacrar a cabeça para ires para a frente com o teu gosto e olhar para a fotografia, tal como não me esqueço das vezes que me deste na cabeça para eu não deixar o blog e escrever.
Estamos no caminho mais que cero, e estamos cá ...

Obrigada Rabina, meu cubinho de gelo mai quente.

Beijo n´oteudoceolhar.
(p.s: eu sei que ficas feliz por mim...simplesmente porque sei).

6 de setembro de 2011 às 14:02  
Blogger oteudoceolhar disse...

Isabel,

para si as palavras tb são poucas.
Apenas obrigada por tudo.

Beijo n´oteudoceolhar.

6 de setembro de 2011 às 14:20  
Blogger Secreta disse...

Olá!(estou de volta)
Há coisas na vida que nos apaixonam de tal forma, que se transformam no nosso ar, na nossa vontade e na nossa razão de "ser". Portanto, acredita sempre que esse teu "ser" é tão importante e valioso como todos os outros! E, nunca desistas daquilo que te faz FELIZ.
Um beijito .
Com saudade.
:)

6 de setembro de 2011 às 16:24  
Blogger Flor de Jasmim disse...

Maria querida
excelentes fotos!!! Vai em frente Amiga não olhes para traz. Tu consegues e sabes bem que sim porque és por e simplesmente determinada.
Força amiga fica bem.
Beijinho n,oteudoceolhar

6 de setembro de 2011 às 20:52  
Blogger Meos Desabafos disse...

Ao ler o post da secreta, não poderia estar mais de acordo!
Faz aquilo que te faz mais feliz!!!
Mas espero que todos estes agradecimentos não sejam uma despedida como parece; pois as tuas palavras conjugadas com esta música (que tanto gosto), até me parece uma despedida (não creio nem quero acreditar que o seja!)

6 de setembro de 2011 às 22:09  
Anonymous João Ferreira disse...

Gostei da Tua exposição,

Olhando para cada fotografia conseguimos sentir a paixão a dedicação e o empenhamento da “artista” no seu trabalho.

O teu trabalho transmite-nos, força e confiança para continuarmos a acreditar que somos capazes e que temos sempre um amigo para nos dar aquele apoio que por vezes necessitamos.

Deixo-te um pequeno texto de Tato Ortega, que acenta que nem uma luva no teu trabalho e acima de tudo na mensagem que ele transmite.

“O meu amigo é um porto onde me abrigo das tormentas. Um óassis verde no meio dos meus desertos.

O meu amigo é um vale cheio de flores onde procuro a cor e o perfume da vida.

O meu amigo às vezes é o silêncio indecifrável, que devo aprender a respeitar.

O meu amigo é o único de um monte donde posso olhar sem cair. O meu amigo é o laço atapetado onde caio sem me ferir”

Do teu Irmão amigo João Ferreira.

P.s: Felicidades para o teu, realiza o teu sonho.

6 de setembro de 2011 às 22:46  
Blogger oteudoceolhar disse...

Secreta,

obrigada minha querida, faz falta a tua presença, dei-me conta de que deveria estar de férias. Tu és das leituras mais assíduas d´oteudoceolhar.

Obrigada obrigada ... Não vou desistir, porque é algo que me apaixona e me faz feliz.

Beijo n´oteudoceolhar.

6 de setembro de 2011 às 22:47  
Blogger oteudoceolhar disse...

Minha Flor,

dá trabalho dá, mas é algo que se faz com o coração e a alma, algum suor e muita espéctativa. É o começo acredita porque eu acredito e sim vou conseguir realizar o meu sonho e mais outro que está na calha ... eu Acordei e tive todo o vosso apoio para me reerguer, e levantei-me só e depois com ajuda.
Não desisto agora não desisto...

Adélia desculpa o tempo tem sido muito pouco, não está esquecido.
Vou tentar amanhã ir ver do teu mail...desculpa.

OBRIGADA, beijo n´oteudoceolhar.

6 de setembro de 2011 às 22:50  
Blogger oteudoceolhar disse...

Meos desabafos,

parece estranho mas digo-o desta forma oteudoceolhar acaba quando eu "morrer" ... passo o peso do que acabei de escrever. Ele existe vai para 6 anos em Outubro, e parece que nunca o senti Tão VIVO
Tal como a fotografia, hoje as palavras são o ar que respiro, todas as que lês e lêem, as que transbordam de mim e ficam em "escritos" que serão apenas lidos por quem devem ser, ou simplesmente estão em espera para serem lançados aqui, ou guardados para o que está para vir.
Não é uma despedida, não é mesmo … é mesmo com humildade que agradeço a força que todos me tem dado e o acreditarem em MIM, mais do que eu alguma vez fui capaz de fazer. Hoje vejo que sim EU sou bem mais do que tudo aquilo em que me fizeram acreditar, EU sou EU, e quem não gostar … azar.
Hoje eu gosto mais de mim do que ontem…e isso é que importa, mais fácil será todos os que me rodeiam estarem em paz e na paz comigo.
Quando cair sofro escrevo e sofro, mas depois volto á plenitude.
Obrigada a ti que chegas…mas já cá estás.
Beijo n´oteudoceolhar

6 de setembro de 2011 às 22:55  
Anonymous LuísA. disse...

Boa miúda,


Felizmente que o esforço, dedicação, amor e paixão é finalmente reconhecido. És merecedora pois como Guerreira que és é um miminho que Deus te dá.



Beijos teu admirador

6 de setembro de 2011 às 23:23  
Blogger oteudoceolhar disse...

João,

Tu foste a primeira pessoa a escrever no meu livro, bem como foste a pessoa, que ajudou a dar força, para que tudo fosse para a frente.

Hoje também és um amigo diferente do ontem.
Para ti as palavras também serão poucas, porque por vezes podemos escrever muito e nada dizer.
Eu sei ... e hoje sei que posso contar com os meus irmãos.

Com dois homens de quem tenho muito mas muito orgulho ... porque são dois homens com H bem maiúsculo.

Fico imensamente feliz pela forma como olhas-te o meu "trabalho", e tudo aquilo que ele transmite, tem de ser assim, porque hoje também eu quero e seria assim cada vez mais.

Ao meu amigo e irmão João, sangue do meu sangue, o meu respeito, carinho e amizade.

E uma palavra tão simples que a muitos falta saberem dizer porque simplesmente não sabem ser humildes para ... OBRIGADA, por tudo.
(até pela serenata a que tive/tivemos direito).

Beijo n´oteudoceolhar

7 de setembro de 2011 às 14:42  
Anonymous Osval disse...

Continua a apostar em grande no teu trabalho.
Tás lá.

7 de setembro de 2011 às 15:39  
Blogger martolas disse...

Pelos vistos não é só a luz da LUA que torna os sonhos eternos no teu caso é o reflexo do MAR e olha que as duas coisas juntas uiiiii
Isto é só o inicio ;)
Curtes Pink Floyd então aqui vai:

http://www.youtube.com/watch?v=tkJNyQfAprY

Bjs

7 de setembro de 2011 às 21:52  
Anonymous Li disse...

Aqui tou eu minha "estúpida" do coração, sabes q és smp assim tratada com todo o amor e carinho q tenho por ti! Finalmente começaste a acreditar em TI!
Estou mto mto FELIZ por TI, que seja smp assim daqui para a frente, enfrentar o Futuro sem medo do amanhã e sem pensar mto no ontem q ficou para trás, este é um novo virar a página na tua vida!!!
Mais Feliz ainda estou por estares a realizar 1 "sonho" da tua VIDA!!! Venham mais exposições!!!

Beijinho grande desta tua mulher q gosta mto de ti e de te dar na cabeça smp q acha q faz falta!!! Lol

7 de setembro de 2011 às 23:20  
Anonymous Sandra F. disse...

Olá Maria,
Parabéns! É muito importante acreditarmos em nós próprias, depois disso o céu é o limite!

Um beijo, bem grande a uma mulher que não tem medo de enfrentar os seus medos…

Sandra.

9 de setembro de 2011 às 09:20  
Anonymous Mãe Lena disse...

Querida Maria João,

este pequeno apontamento é para expressar a minha felicidade pelos teus trabalhos, e como mãe agradecer aos teus irmão, restante família e amigos a força que te foi dada para brotares no papel a tua sensualidade pela escrita e sensibilidade na fotografia. Um agradecimento especial à tua "musa" inspiradora. Que essa luz nunca se apague.
Cada dia que passa me sinto mais orgulhosa dos meus filhos José, João e tu Maria João, vê-los mais unidos e prontos a se entreajudarem, isso é muito compensador. Um bem haja a todos uma abraço e um beijinho da mãe amiga Lena.

9 de setembro de 2011 às 12:36  
Blogger PauloSilva disse...

Por vezes é por culpa daqueles que nos desprezam que nós encontramos o nosso real e grande valor. É bom que tenhamos de discordar, por vezes. É bom. Agradecido pelo comentário .. (No meu post escrevi Homens com "H" grande para identificar Humanidade)
Beijo *

9 de setembro de 2011 às 15:40  
Blogger oteudoceolhar disse...

Pensador,

eu entendi que o H maiúsculo era para Humanidade, ainda assim não altero o comentário.

Aos que nos desprezam...faz-se absolutamente o mesmo, nem sequer vale a pena pensar muito nisso.

Beijo n´oteudoceolhar.

9 de setembro de 2011 às 17:05  
Blogger Secreta disse...

Olázinho :)
Passei para te desejar um excelente fim de semana (de preferencia com muitos cliques :p)
Beijito.

9 de setembro de 2011 às 17:06  
Blogger mjoaob disse...

Muito bonito. Também adoro fotografia.
:)

15 de setembro de 2011 às 17:50  
Anonymous olha_por_mim disse...

Olá!!!
Fiquei muito...mas muito feliz por ti...quando se acredita nas nossas próprias capacidades há que lutar e tu conseguiste...nunca deixes de acreditar...vive o presente no teu melhor nível...e vais ver que o futuro te vai sorrir e muito:)))
Beijocas grandes para ti e para o Tomás:)))

16 de setembro de 2011 às 12:47  
Anonymous krisppy disse...

Há quem diga que a fotografia é a ciência e a arte de saber obter imagens duradouras através de pessoas, lugares ou pelo que nos apaixonamos numa vida e depois, com a mesma arte, saber tratá-las na “câmara escura”, onde numa película bastante sensível, soubemos gravar os momentos que nos dizem algo, um pedaço desta vida que fica para sempre eternizado!
Tirei centenas de fotos durante a minha vida, com outro objectivo, aos poucos fui me aprimorando e ganhei com esse trabalho de aperfeiçoamento, o facto de poder publicar as mesmas em vários jornais (algumas vezes na capa de um diário que é nacional), o meu ponto de vista sobre algo ou alguém, até de quem já não está entre nós, mas que ficou ali eternizado/a para sempre naquele pedaço de papel, e que mais não é que “história” afinal!
Vejo esta tua exposição de fotografia, que gostei mesmo muito e que seja a primeira de muitas, assim espero, como isso mesmo, a tua “história”, não do lugar que te viu nascer mas que estará até ao final no teu coração porque te pertence por direito, faz parte da tua alma! Também é um pedacinho de ti, do mar, desse imenso Alentejo, das flores, dos céus ou simplesmente das nuvens... não importa é a tua visão, naquele momento que... o teu doce olhar... viu algo, registou e guardou para sempre! São estas as palavras que te quero deixar e obviamente o desejo de ver muitas outras fotos da Maria Ferreira, essa grande fotógrafa que um dia tive o prazer de conhecer e tornar-me Amigo, do fundo do meu coração! Força Maria... carrega no botão!

31 de outubro de 2011 às 20:36  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial