! !

terça-feira, 23 de agosto de 2011

... Irmão do meu Irmão, meus Irmãos são ...




Mais uma vez Avenida abaixo.
Há falta de tempo, faz-se exercício desta forma.
Penso no telefonema, que fiz á pouco, sinto um nó na garganta, desde então.
Luto contra a vontade de chorar.
O céu está negro, nuvens e um frio que se faz sentir nos meus ossos.
Eco na mente das frases:
"Tens talento "vai-te" a eles".
"Vê-se que é uma coisa que fazes com muito gosto..."
"...nunca deixes que nenhum homem, te humilhe ou trate mal"
A distância é a de quase um mundo, mas cada vez e de cada vez que recebo um mail do meu irmão, o caminho é um..."fugir" para a casa de banho, para poder chorar.
Eu sei o porquê...
Foram precisos 34 anos, e-mails, palavras, poemas, e fotografias, para eu chegar ao coração do meu irmão mais velho.
Dos meus irmãos ao fim e ao cabo...ao fim e ao cabo ao coração dos dois.
Hoje é a imagem mental que tenho, porque este irmão, vai partir para outro lado do mundo, fazendo da sua luta uma luta que, ajuda. Um irmão, que nunca teve ou tem uma palavra de mal a dizer sobre quem quer que seja, leva a sua vida de luta, leva uma vida "pacífica"...
Ambos sempre que procuravam saber alguma coisa acerca da "miúda", recorriam á mãe Lena.
(Acabei por ficar a detestar a palavra "miúda" por vários motivos este é um deles).
O que mais é senão uma bênção um filho?
Muitos textos, muitos pensamentos, muito pode passar pela cabeça de Maria, mas sem sombra de dúvida
(e repito-me), ter sido mãe foi das melhores coisas que me podiam ter acontecido.
Não faço ideia do que é ter um pai, tendo tido ... não vejo a figura paternal que deveria ver na pessoa.
Olhos estes homens que assumidamente perante "fugas", "desaires", e ausências Amo, e dos quais tenho um imenso orgulho.
...
Imagine-se chorar porque se fala ao telefone com um irmão.
Pelo meio da conversa.
-porreiro, fico muito feliz por ti...
-sabes J. por vezes dá-se um click e temos de arrancar e crescer.
-tem de ser Maria, tens todo o meu apoio.
E curioso é que hoje eu sei que tenho.
Ele nota que aquele típico nó que "tropeça", na garganta de Maria e teima em sair, quando Maria tenta falar.
-J. gostava muito que assinasses o meu livro de honra. Tu foste das primeiras pessoas a apoiar-me.
-e eu assino com muita honra. Força. Em Outubro se vier cá, combinamos e juntamo-nos todos.
Fico de voz embargada tenho culpa?
Sou uma "peste", mas sim, também sou lamechas.
Abençoado filho, que me fez crescer.
Nunca pensei que fosse tão duro, nunca pensei na verdade crescer.
Acho que na verdade não pensei em nada referente a mim durante muito tempo.
Hoje penso, hoje vou á luta, ninguém o pode fazer por mim, assumo o comando de tudo e faço-me à estrada, "vou-me" a eles.
Se custa?
Custa horrores, tenho dias em que os pés mal se querem mexer. Olhar os passos que tenho de dar, com vontade de não o fazer, mas dou…
Mais um café e "olho" o burburinho, e o avião lá bem no alto.
Pelas 22 horas o Irmão parte para o outro lado do mundo e já sinto uma certa ansiedade em pensar no que ele me vai escrever.
Lá está Maria a esconder-se por detrás das palavras.
Certo é que se não fossem elas (além da mudança ao ser mãe), Maria ia continuar pávida e estupidamente por detrás do sol, sem saber o quão quente ele é...e Maria que até adora o sol e a pele dourada que ele lhe dá.
Conquistei-os aos dois e hoje sei que não me olham como miúda, mesmo quando ando feita "palhacita" atrás dos sobrinhos, ou na paródia.
Hoje sou Maria, não sou miúda.
Hoje Eu sou muito Eu.
Custa crescer?
Se custa. Custa estar só, sem ter com quem dividir um espaço?
Não sei nunca o fiz, mas conhecendo-me, posso dizer que custa.
Mas se hoje é assim e eu ainda sou uma "pita", tempo tenho eu de sobra até aos 40, para o tanto que ainda tenho de fazer por mim e pelos meus.



Maria.
(22-08-2011)

A música de hoje foi escolhida, não só porque gosto, mas porque foi um grupoque lá em casa sempre foi familiar,
ou não tivessem tido os meus irmãos  um grupo de rock/baile lá pelos anos 80...os sweet 80´s.
Apenas uma é dedicada, a quem aqui vem por  bem e a conhece de cor – "How I wish You were here".

Beijo n´oteudoceolhar


12 Comentários:

Blogger PauloSilva disse...

«Custa horrores, tenho dias em que os pés mal se querem mexer. Olhar os passos que tenho de dar, com vontade de não o fazer, mas dou…» - O importante será fazer. Dói mas é para o nosso bem.

"Hoje sou Maria" - E que bela simplicidade e força de nome. E que bela Maria!

Respondendo ao comentário: Belo banco no canto do Litoral Alentejano. Pensei ser só eu a sentar-me nele e a chorar ao mar por meras palavras. Mas pelos vistos enganei-me...

Agradecido pelas suas sempre palavras. Um beijinho *

23 de agosto de 2011 às 12:12  
Blogger oteudoceolhar disse...

Pemsador,

custa sim, e doi ... mas a vida ajuda-nos a tudo até a ficarmos frios, quando assim tem de ser.

Eu sou apenas Maria como tantas que há por aí ... e cada vez mais gosto do meu nome.

Não Pensador, não és o único a sentar-te ali, mas ele é tão, mas tão grande que a todos acolhe. Também ali vou chorar claro, mas também ali vou sorrir e pedir, ajuda para conseguir viver...e ir vivendo um dia de cada vez.

Está aí o "nosso", mas tão MEU...banquinho.
E já só faltam 3 dias para o ver, e olhar o meu MAR.

http://olhares.aeiou.pt/o_meu_banco_ii_foto4209207.html

Cada vez que vou lá, penso se volto ... verdade, nunca sei.

Beijo Pensador n´oteudoceolhar.

23 de agosto de 2011 às 13:44  
Blogger MarianaFigueira. disse...

Gostei, sigo (: *

23 de agosto de 2011 às 14:26  
Blogger oteudoceolhar disse...

Olá Mariana,

Maria agradece, e espero-te por cá...mais logo dou um saltinho ao teu "mundo".

Beijo n´oteudoceolhar.

23 de agosto de 2011 às 15:23  
Anonymous PauloSilva disse...

Engraçado. Conheço tão bem esse banco. É-me tão familiar como a minha própria casa.

E a fotografia que tirei (Em Dezembro do ano passado é ao banco - creio que do lado): http://2.bp.blogspot.com/__pgM39yG38g/TPvKJwrnsVI/AAAAAAAAAWA/ptniGRX9d8g/s1600/quatro.jpg

Um grande beijinho *

23 de agosto de 2011 às 15:29  
Blogger oteudoceolhar disse...

Desculpa Paulo,

sem querer apaguei o tem comentário, mas copei o mesmo e "colei-o" ...

Eu penso voltar lá, em Novembro, com o material todo até lá mais uma ou outra coisita já devo ter comprado), pode ser que o mar ajude, pode ser que indo sozinha consiga fazer alguma coisa.
Entretanto em contagem decrescente e estou quase lá ...

Beijo n´oteudoceolhar.

24 de agosto de 2011 às 09:26  
Blogger MarianaFigueira. disse...

Bem, fiquei sem palavras, parece que me as tiraste da boca :b
Um obrigado, beijinho (: *

24 de agosto de 2011 às 11:34  
Blogger oteudoceolhar disse...

Olá Mariana,

até parece não parece?
Assim sendo (olha que a Maria leva uns anitos á tua frente), reflecte lê, e procura aprender ...

Beijinho n´oteudoceolhar obrigada por voltares.

24 de agosto de 2011 às 11:49  
Blogger Miguel Gomes disse...

Encontrei-te...

Fica bem,
Miguel

24 de agosto de 2011 às 14:46  
Blogger Secreta disse...

Olá! devido ás minhas ferias tenho estado ausente do cantinho dos meus amigos...
Hoje deixo apenas um beijito.
Até breve.

24 de agosto de 2011 às 19:38  
Blogger oteudoceolhar disse...

Minha Secreta,

saudades tuas, hà almas que nos faltam quando estão longe, memso estando à distância de um "blog" de uma pagina....Bem vinda, Tu que me conheces e entendes, eu que te conheço e entendo.
Amém às Palavras.

Beijo n´oteudoceolhar.

24 de agosto de 2011 às 22:44  
Blogger oteudoceolhar disse...

Miguel,

estava díficil (se n tivesse visto o comentário no outro lado).
Desde o inicio d´oteudoceolhar (ou quase), perdemo-nos pelo caminho.

Um até breve, beijo n´oteudoceolhar.
(para quando o próximo livro?)

24 de agosto de 2011 às 22:48  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

} @media handheld { #wrap { width:90%; } #main-top { width:100%; background:#FFF3DB; } #main-bot { width:100%; background:#FFF3DB; } #main-content { width:100%; background:#FFF3DB; } } #inner-wrap { padding:0 50px; } #blog-header { margin-bottom:0px; } #blog-header h1 { margin:0; padding:0 0 6px 0; font-size:225%; font-weight:normal; color:#612E00; } #blog-header h1 a:link { text-decoration:none; } #blog-header h1 a:visited { text-decoration:none; } #blog-header h1 a:hover { border:0; text-decoration:none; } #blog-header p { margin:0; padding:0; font-style:italic; font-size:94%; line-height:1.5em; } div.clearer { clear:left; line-height:0; height:10px; margin-bottom:12px; _margin-top:-4px; /* IE Windows target */ background:url("") no-repeat bottom left; } @media all { #main { width:560px; float:left; padding:8px 0; margin-left:-40px; } #sidebar { width:240px; float:right; padding:8px 0; margin-left:-50px; } @media handheld { #main { width:100%; float:none; } #sidebar { width:100%; float:none; } } #footer { clear:both; background:url("") no-repeat top left; padding-top:10px; _padding-top:6px; /* IE Windows target */ } #footer p { line-height:1.5em; font-family:Verdana, sans-serif; font-size:75%; } /* Typography :: Main entry ----------------------------------------------- */ h2.date-header { font-weight:normal; text-transform:capitalize; text-align:right; letter-spacing:.1em; font-size:90%; margin:0; padding:0; } .post { text-align:center; margin:8px 0 24px 0; line-height:1.5em; } h3.post-title { font-weight:normal; text-align:center; font-size:140%; color:#da70cd; margin:0; padding:0; } .post-body p { text-align:center; margin:0 0 .6em 0; } .post-footer { font-family:Verdana, sans-serif; color:#da70cd; font-size:74%; border-top:0px solid #BFB186; padding-top:6px; } .post ul { margin:0; padding:0; } .post li { line-height:1.5em; list-style:none; background:url("") no-repeat 0px .3em; vertical-align:top; padding: 0 0 .6em 17px; margin:0; } /* Typography :: Sidebar ----------------------------------------------- */ h2.sidebar-title { font-weight:normal; font-size:120%; margin:0; padding:0; color:#da70cd; } h2.sidebar-title img { margin-bottom:-4px; } #sidebar ul { font-family:Verdana, sans-serif; font-size:86%; margin:6px 0 12px 0; padding:0; } #sidebar ul li { list-style: none; padding-bottom:6px; margin:0; } #sidebar p { text-align:center; font-family:Verdana,sans-serif; font-size:86%; margin:0 0 .6em 0; } /* Comments ----------------------------------------------- */ #comments {} #comments h4 { font-weight:normal; font-size:120%; color:#29303B; margin:0; padding:0; } #comments-block { line-height:1.5em; } .comment-poster { background:url("") no-repeat 2px .35em; margin:.5em 0 0; padding:0 0 0 20px; font-weight:bold; } .comment-body { margin:0; padding:0 0 0 20px; } .comment-body p { font-size:100%; margin:0 0 .2em 0; } .comment-timestamp { font-family:Verdana, sans-serif; color:#29303B; font-size:74%; margin:0 0 10px; padding:0 0 .75em 20px; } .comment-timestamp a:link { color:#473624; text-decoration:underline; } .comment-timestamp a:visited { color:#716E6C; text-decoration:underline; } .comment-timestamp a:hover { color:#956839; text-decoration:underline; } .comment-timestamp a:active { color:#956839; text-decoration:none; } .deleted-comment { font-style:italic; color:gray; } .paging-control-container { float: right; margin: 0px 6px 0px 0px; font-size: 80%; } .unneeded-paging-control { visibility: hidden; } /* Profile ----------------------------------------------- */ #profile-container { margin-top:12px; padding-top:12px; height:auto; background:url("") no-repeat top left; } .profile-datablock { margin:0 0 4px 0; } .profile-data { display:inline; margin:0; padding:0 8px 0 0; text-transform:uppercase; letter-spacing:.1em; font-size:90%; color:#211104; } .profile-img {display:inline;} .profile-img img { float:left; margin:0 8px 0 0; border:1px solid #A2907D; padding:2px; } .profile-textblock { font-family:Verdana, sans-serif;font-size:86%;margin:0;padding:0; } .profile-link { margin-top:5px; font-family:Verdana,sans-serif; font-size:86%; } /* Post photos ----------------------------------------------- */ img.post-photo { border:1px solid #A2907D; padding:4px; } /* Feeds ----------------------------------------------- */ #blogfeeds { } #postfeeds { padding:0 0 12px 20px; }

terça-feira, 23 de agosto de 2011

... Irmão do meu Irmão, meus Irmãos são ...




Mais uma vez Avenida abaixo.
Há falta de tempo, faz-se exercício desta forma.
Penso no telefonema, que fiz á pouco, sinto um nó na garganta, desde então.
Luto contra a vontade de chorar.
O céu está negro, nuvens e um frio que se faz sentir nos meus ossos.
Eco na mente das frases:
"Tens talento "vai-te" a eles".
"Vê-se que é uma coisa que fazes com muito gosto..."
"...nunca deixes que nenhum homem, te humilhe ou trate mal"
A distância é a de quase um mundo, mas cada vez e de cada vez que recebo um mail do meu irmão, o caminho é um..."fugir" para a casa de banho, para poder chorar.
Eu sei o porquê...
Foram precisos 34 anos, e-mails, palavras, poemas, e fotografias, para eu chegar ao coração do meu irmão mais velho.
Dos meus irmãos ao fim e ao cabo...ao fim e ao cabo ao coração dos dois.
Hoje é a imagem mental que tenho, porque este irmão, vai partir para outro lado do mundo, fazendo da sua luta uma luta que, ajuda. Um irmão, que nunca teve ou tem uma palavra de mal a dizer sobre quem quer que seja, leva a sua vida de luta, leva uma vida "pacífica"...
Ambos sempre que procuravam saber alguma coisa acerca da "miúda", recorriam á mãe Lena.
(Acabei por ficar a detestar a palavra "miúda" por vários motivos este é um deles).
O que mais é senão uma bênção um filho?
Muitos textos, muitos pensamentos, muito pode passar pela cabeça de Maria, mas sem sombra de dúvida
(e repito-me), ter sido mãe foi das melhores coisas que me podiam ter acontecido.
Não faço ideia do que é ter um pai, tendo tido ... não vejo a figura paternal que deveria ver na pessoa.
Olhos estes homens que assumidamente perante "fugas", "desaires", e ausências Amo, e dos quais tenho um imenso orgulho.
...
Imagine-se chorar porque se fala ao telefone com um irmão.
Pelo meio da conversa.
-porreiro, fico muito feliz por ti...
-sabes J. por vezes dá-se um click e temos de arrancar e crescer.
-tem de ser Maria, tens todo o meu apoio.
E curioso é que hoje eu sei que tenho.
Ele nota que aquele típico nó que "tropeça", na garganta de Maria e teima em sair, quando Maria tenta falar.
-J. gostava muito que assinasses o meu livro de honra. Tu foste das primeiras pessoas a apoiar-me.
-e eu assino com muita honra. Força. Em Outubro se vier cá, combinamos e juntamo-nos todos.
Fico de voz embargada tenho culpa?
Sou uma "peste", mas sim, também sou lamechas.
Abençoado filho, que me fez crescer.
Nunca pensei que fosse tão duro, nunca pensei na verdade crescer.
Acho que na verdade não pensei em nada referente a mim durante muito tempo.
Hoje penso, hoje vou á luta, ninguém o pode fazer por mim, assumo o comando de tudo e faço-me à estrada, "vou-me" a eles.
Se custa?
Custa horrores, tenho dias em que os pés mal se querem mexer. Olhar os passos que tenho de dar, com vontade de não o fazer, mas dou…
Mais um café e "olho" o burburinho, e o avião lá bem no alto.
Pelas 22 horas o Irmão parte para o outro lado do mundo e já sinto uma certa ansiedade em pensar no que ele me vai escrever.
Lá está Maria a esconder-se por detrás das palavras.
Certo é que se não fossem elas (além da mudança ao ser mãe), Maria ia continuar pávida e estupidamente por detrás do sol, sem saber o quão quente ele é...e Maria que até adora o sol e a pele dourada que ele lhe dá.
Conquistei-os aos dois e hoje sei que não me olham como miúda, mesmo quando ando feita "palhacita" atrás dos sobrinhos, ou na paródia.
Hoje sou Maria, não sou miúda.
Hoje Eu sou muito Eu.
Custa crescer?
Se custa. Custa estar só, sem ter com quem dividir um espaço?
Não sei nunca o fiz, mas conhecendo-me, posso dizer que custa.
Mas se hoje é assim e eu ainda sou uma "pita", tempo tenho eu de sobra até aos 40, para o tanto que ainda tenho de fazer por mim e pelos meus.



Maria.
(22-08-2011)

A música de hoje foi escolhida, não só porque gosto, mas porque foi um grupoque lá em casa sempre foi familiar,
ou não tivessem tido os meus irmãos  um grupo de rock/baile lá pelos anos 80...os sweet 80´s.
Apenas uma é dedicada, a quem aqui vem por  bem e a conhece de cor – "How I wish You were here".

Beijo n´oteudoceolhar


12 Comentários:

Blogger PauloSilva disse...

«Custa horrores, tenho dias em que os pés mal se querem mexer. Olhar os passos que tenho de dar, com vontade de não o fazer, mas dou…» - O importante será fazer. Dói mas é para o nosso bem.

"Hoje sou Maria" - E que bela simplicidade e força de nome. E que bela Maria!

Respondendo ao comentário: Belo banco no canto do Litoral Alentejano. Pensei ser só eu a sentar-me nele e a chorar ao mar por meras palavras. Mas pelos vistos enganei-me...

Agradecido pelas suas sempre palavras. Um beijinho *

23 de agosto de 2011 às 12:12  
Blogger oteudoceolhar disse...

Pemsador,

custa sim, e doi ... mas a vida ajuda-nos a tudo até a ficarmos frios, quando assim tem de ser.

Eu sou apenas Maria como tantas que há por aí ... e cada vez mais gosto do meu nome.

Não Pensador, não és o único a sentar-te ali, mas ele é tão, mas tão grande que a todos acolhe. Também ali vou chorar claro, mas também ali vou sorrir e pedir, ajuda para conseguir viver...e ir vivendo um dia de cada vez.

Está aí o "nosso", mas tão MEU...banquinho.
E já só faltam 3 dias para o ver, e olhar o meu MAR.

http://olhares.aeiou.pt/o_meu_banco_ii_foto4209207.html

Cada vez que vou lá, penso se volto ... verdade, nunca sei.

Beijo Pensador n´oteudoceolhar.

23 de agosto de 2011 às 13:44  
Blogger MarianaFigueira. disse...

Gostei, sigo (: *

23 de agosto de 2011 às 14:26  
Blogger oteudoceolhar disse...

Olá Mariana,

Maria agradece, e espero-te por cá...mais logo dou um saltinho ao teu "mundo".

Beijo n´oteudoceolhar.

23 de agosto de 2011 às 15:23  
Anonymous PauloSilva disse...

Engraçado. Conheço tão bem esse banco. É-me tão familiar como a minha própria casa.

E a fotografia que tirei (Em Dezembro do ano passado é ao banco - creio que do lado): http://2.bp.blogspot.com/__pgM39yG38g/TPvKJwrnsVI/AAAAAAAAAWA/ptniGRX9d8g/s1600/quatro.jpg

Um grande beijinho *

23 de agosto de 2011 às 15:29  
Blogger oteudoceolhar disse...

Desculpa Paulo,

sem querer apaguei o tem comentário, mas copei o mesmo e "colei-o" ...

Eu penso voltar lá, em Novembro, com o material todo até lá mais uma ou outra coisita já devo ter comprado), pode ser que o mar ajude, pode ser que indo sozinha consiga fazer alguma coisa.
Entretanto em contagem decrescente e estou quase lá ...

Beijo n´oteudoceolhar.

24 de agosto de 2011 às 09:26  
Blogger MarianaFigueira. disse...

Bem, fiquei sem palavras, parece que me as tiraste da boca :b
Um obrigado, beijinho (: *

24 de agosto de 2011 às 11:34  
Blogger oteudoceolhar disse...

Olá Mariana,

até parece não parece?
Assim sendo (olha que a Maria leva uns anitos á tua frente), reflecte lê, e procura aprender ...

Beijinho n´oteudoceolhar obrigada por voltares.

24 de agosto de 2011 às 11:49  
Blogger Miguel Gomes disse...

Encontrei-te...

Fica bem,
Miguel

24 de agosto de 2011 às 14:46  
Blogger Secreta disse...

Olá! devido ás minhas ferias tenho estado ausente do cantinho dos meus amigos...
Hoje deixo apenas um beijito.
Até breve.

24 de agosto de 2011 às 19:38  
Blogger oteudoceolhar disse...

Minha Secreta,

saudades tuas, hà almas que nos faltam quando estão longe, memso estando à distância de um "blog" de uma pagina....Bem vinda, Tu que me conheces e entendes, eu que te conheço e entendo.
Amém às Palavras.

Beijo n´oteudoceolhar.

24 de agosto de 2011 às 22:44  
Blogger oteudoceolhar disse...

Miguel,

estava díficil (se n tivesse visto o comentário no outro lado).
Desde o inicio d´oteudoceolhar (ou quase), perdemo-nos pelo caminho.

Um até breve, beijo n´oteudoceolhar.
(para quando o próximo livro?)

24 de agosto de 2011 às 22:48  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial