! !

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

... Quando me Iluminas ...



"A confusão é a de sempre, gente e mais gente, um barulho quase ensurdecedor,
mas eu que espero no meio da multidão, ainda não te vi e já só penso em ti.
Quero preciso ver-te.
Quero e preciso sentir-te.
Quero e preciso falar-te.
Quero tanto e do tanto que te quero.
Acho que temos tanto para dizer, um ao outro,
peco apenas por pensar que a ti me quero dar e não posso.
Entende que quando me aqueces, fortaleces,
mas quando o teu gelo se "entranha" em mim toda eu dou sinal,
e depois por tanto me quereres apenas me irás magoar.
Eu sei a culpa é minha, fosse em que altura fosse, mal te via a ti me "jogava",
e o hoje o corpo dá sinal de que assim não pode ser.
Mas pensa vamos estar os dois a sós, eu e tu...
Apenas os dois.
Vamos falar, e vamos ouvir do tanto que se passou, do tanto que está para vir.
Imagino ainda antes de partir para "casa" se terás saudades minhas.
Penso no largo, se estará igual, verdade que pouco ou nada deverá ter mudado,
mas ainda assim penso.
Vou buscar rostos, vou buscar as gentes.
Procuro na mente o calor que se sente, quando em frente à lareira me sento a ler a escrever ou apenas a ver a lenha ser consumida pelo fogo "ardente", de cores quentes que me levam a sonhar com o verão.
Já imagino as noites geladas.
Já imagino o acordar e ver tudo envolto nuns pedacinhos de geada.
Já imagino a possibilidade de ver uma ou outra perdiz, um ou outro coelho.
Eu já imagino apenas ver-te a Ti, morro por dentro de saudades tuas.
Do teu cheiro, do teu ondular, que por estes dias deve meter respeito.
Preciso mesmo de te ver, de te cheirar, de te abraçar, num imenso abraço como Tu.
Não me importa o frio, não me posso em ti banhar,
mas posso em ti me transportar e deixar somente estar.
Estar nem que seja por uns breves minutos,
captar a tua essência, captar a tua imensidão e grandeza.
Ainda não te vi e já te escrevo...diz-me que mais pode ser senão Amor?
Aguardo pela manhã do amanhã.
Ficou a promessa feita de que me levariam junto a ti,
e eu que já só quero acordar e junto a ti estar.
Na gare uma confusão que me deixa, atordoada, não gosto.
Finalmente por entre filas que se fazem,
a cidade fica para trás, como tudo o que para trás deixo,
ainda que tudo vá dentro de mim.
Na escuridão da estrada, feita por uns amortecedores,
que me levam a palmilhar os quilómetros,
até chegar a "casa".
Á minha espera vão estar um sorriso ou dois,
um carro ao meu tamanho, da minha cor...
Quebra-se o sossego que ganho sempre que viajo de expresso.
Quebra-se o estado de espírito e a solidão...
aquela solidão com a qual se aprende a viver e conviver.
E parto, e chego, e mudo o semblante pensativo, para um sorriso que se exige...
E chego a casa á minha e amanhã a Ti vou ver, e contigo vou estar...
aí, nada muda porque nada tem de mudar.
Será como ontem ... Eu, Tu, um dia por fim Nós..."

Maria

(30-12-2011)

Beijo n´oteudoceolhar



13 Comentários:

Blogger PauloSilva disse...

E é no frio, na densidade da leve geada da manhã que queremos, necessitamos e precisamos daqueles braços embrulhadores. Que eles tragam o quentinho e abafem a saudade que nos surpreende a cada dia com uma nova intensidade. Um "nós" é uma palavra que demonstra junção, da mais bonita. Na minha opinião, é linda a palavra, querida Maria. E sabe tão bem dizê-la, fazer planos em conjunto, amar juntamente ou apenas aninharmo-nos... Um grande abraço, quente, verdadeiro.

20 de janeiro de 2012 às 22:34  
Blogger Nilson Barcelli disse...

Uma vida de partidas e chegadas... com amor...
Belo texto, gostei.
Querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

21 de janeiro de 2012 às 15:47  
Blogger oteudoceolhar disse...

Pensador,

eu adoro aquela paisagem, é de facto o meu mundo, o Meu. Pouco ou nada conheço do mundo dos outros, e acho que por vezes é melhor assim. Ter um mundo nosso, onde vivemos, com os sorrisos e lagrimas. Com tudo aquilo que é tão nosso e que por vezes os outros não entendem.

Eu sei que um dia vou ficar ali...
Apenas sei...eu costumo dizer "...morrerei feliz em Ti..." Ali.
Um dia o Eu, o Tu...ali seremos Nós. É o Meu mar o mar dos meus encantos. Confidente, sempre.

Beijo n´oteudoceolhar.

21 de janeiro de 2012 às 22:03  
Blogger oteudoceolhar disse...

Nilson,

acho que a minha vida é assim, é um constante partir, e ir...ali chego sempre com Amor. Ali é "casa", simples...

Obrigada por voltares a´oteudoceolhar.

Beijo n´oteudoceolhar.

21 de janeiro de 2012 às 22:05  
Blogger PauloSilva disse...

Maria,
Claro que após o aviso pode colocar. Sem qualquer problema! Fico feliz, até.
Um abraço.

21 de janeiro de 2012 às 22:11  
Blogger Evanir disse...

A minha amizade por você é tão especial que não saberei explicar em palavras.
Sempre sinto vontade de dizer o quanto é importante contar com amigos (as) como você.
Hoje você já faz parte da minha vida, agradeço a Deus por
ter te encontrado e descoberto com você a verdadeira amizade.
Obrigada por sua preciosa amizade,e que Deus a abençoe cada dia mais.
Um Domigo Feliz e tremendamente abençoado.
Beijos meus no seu coração.
Evanir..

21 de janeiro de 2012 às 23:46  
Blogger Flor de Jasmim disse...

Maria querida
Lindo demais!
Um mundo cheio de partidas, chegadas,sonhos e muito amor, este é o teu mundo.
Também eu criei o meu próprio mundo onde me refugiar para aliviar meu sofrimento.

Beijinho n,oteudoceolhar

22 de janeiro de 2012 às 16:43  
Blogger Lacorrilha disse...

Tu ainda não sabes, mas eu andei a namorar o teu mar há umas semanas atrás. O mar, o banco, tudinho.
Já envio pombo correio.
Beijocas

25 de janeiro de 2012 às 12:10  
Blogger Secreta disse...

Passei para te deixar um beijito ,e, para desculpar-me da minha ausencia... Há fases na vida, em que preferimos o isolamento...em que nos fechamos em nós mesmos em busca de respostas que sabemos nunca irão chegar...
Um carinho para ti.

25 de janeiro de 2012 às 12:19  
Blogger oteudoceolhar disse...

Lacorrilha,

namora e muito, naquele mundo tudo acontece, e sempre com um toque de magia diferente.
Também já lá "namorei", "amei", chorei, vivi e morri. Ali faço tudo, ali tudo acontece, até a vida...(tu entendes).

Fazias-me aqui falta olarecas...

Beijo n´oteudoceolhar.

25 de janeiro de 2012 às 12:34  
Blogger oteudoceolhar disse...

Secreta,

tu eu sei que me entendes. Há sim momentos, que são muito nossos, e fases muito do mundo dos outros.
Por isso nada como por vezes entrarmos no nosso mundo e por lá ficar...até que o sol chegue.

Saudades tuas ... contigo por cá, fica completo o leque dos meus admiráveis leitores.

Beijo n´oteudoceolhar.

25 de janeiro de 2012 às 12:38  
Blogger mjoaob disse...

Que bonito.
:)

25 de janeiro de 2012 às 14:36  
Blogger oteudoceolhar disse...

mjoaob,

obrigada pelo sorriso e pelo bonito...ali tudo é simplesmente Bonito, de tão belo.

Beijo n´oteudoceolhar.

25 de janeiro de 2012 às 18:54  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial

} @media handheld { #wrap { width:90%; } #main-top { width:100%; background:#FFF3DB; } #main-bot { width:100%; background:#FFF3DB; } #main-content { width:100%; background:#FFF3DB; } } #inner-wrap { padding:0 50px; } #blog-header { margin-bottom:0px; } #blog-header h1 { margin:0; padding:0 0 6px 0; font-size:225%; font-weight:normal; color:#612E00; } #blog-header h1 a:link { text-decoration:none; } #blog-header h1 a:visited { text-decoration:none; } #blog-header h1 a:hover { border:0; text-decoration:none; } #blog-header p { margin:0; padding:0; font-style:italic; font-size:94%; line-height:1.5em; } div.clearer { clear:left; line-height:0; height:10px; margin-bottom:12px; _margin-top:-4px; /* IE Windows target */ background:url("") no-repeat bottom left; } @media all { #main { width:560px; float:left; padding:8px 0; margin-left:-40px; } #sidebar { width:240px; float:right; padding:8px 0; margin-left:-50px; } @media handheld { #main { width:100%; float:none; } #sidebar { width:100%; float:none; } } #footer { clear:both; background:url("") no-repeat top left; padding-top:10px; _padding-top:6px; /* IE Windows target */ } #footer p { line-height:1.5em; font-family:Verdana, sans-serif; font-size:75%; } /* Typography :: Main entry ----------------------------------------------- */ h2.date-header { font-weight:normal; text-transform:capitalize; text-align:right; letter-spacing:.1em; font-size:90%; margin:0; padding:0; } .post { text-align:center; margin:8px 0 24px 0; line-height:1.5em; } h3.post-title { font-weight:normal; text-align:center; font-size:140%; color:#da70cd; margin:0; padding:0; } .post-body p { text-align:center; margin:0 0 .6em 0; } .post-footer { font-family:Verdana, sans-serif; color:#da70cd; font-size:74%; border-top:0px solid #BFB186; padding-top:6px; } .post ul { margin:0; padding:0; } .post li { line-height:1.5em; list-style:none; background:url("") no-repeat 0px .3em; vertical-align:top; padding: 0 0 .6em 17px; margin:0; } /* Typography :: Sidebar ----------------------------------------------- */ h2.sidebar-title { font-weight:normal; font-size:120%; margin:0; padding:0; color:#da70cd; } h2.sidebar-title img { margin-bottom:-4px; } #sidebar ul { font-family:Verdana, sans-serif; font-size:86%; margin:6px 0 12px 0; padding:0; } #sidebar ul li { list-style: none; padding-bottom:6px; margin:0; } #sidebar p { text-align:center; font-family:Verdana,sans-serif; font-size:86%; margin:0 0 .6em 0; } /* Comments ----------------------------------------------- */ #comments {} #comments h4 { font-weight:normal; font-size:120%; color:#29303B; margin:0; padding:0; } #comments-block { line-height:1.5em; } .comment-poster { background:url("") no-repeat 2px .35em; margin:.5em 0 0; padding:0 0 0 20px; font-weight:bold; } .comment-body { margin:0; padding:0 0 0 20px; } .comment-body p { font-size:100%; margin:0 0 .2em 0; } .comment-timestamp { font-family:Verdana, sans-serif; color:#29303B; font-size:74%; margin:0 0 10px; padding:0 0 .75em 20px; } .comment-timestamp a:link { color:#473624; text-decoration:underline; } .comment-timestamp a:visited { color:#716E6C; text-decoration:underline; } .comment-timestamp a:hover { color:#956839; text-decoration:underline; } .comment-timestamp a:active { color:#956839; text-decoration:none; } .deleted-comment { font-style:italic; color:gray; } .paging-control-container { float: right; margin: 0px 6px 0px 0px; font-size: 80%; } .unneeded-paging-control { visibility: hidden; } /* Profile ----------------------------------------------- */ #profile-container { margin-top:12px; padding-top:12px; height:auto; background:url("") no-repeat top left; } .profile-datablock { margin:0 0 4px 0; } .profile-data { display:inline; margin:0; padding:0 8px 0 0; text-transform:uppercase; letter-spacing:.1em; font-size:90%; color:#211104; } .profile-img {display:inline;} .profile-img img { float:left; margin:0 8px 0 0; border:1px solid #A2907D; padding:2px; } .profile-textblock { font-family:Verdana, sans-serif;font-size:86%;margin:0;padding:0; } .profile-link { margin-top:5px; font-family:Verdana,sans-serif; font-size:86%; } /* Post photos ----------------------------------------------- */ img.post-photo { border:1px solid #A2907D; padding:4px; } /* Feeds ----------------------------------------------- */ #blogfeeds { } #postfeeds { padding:0 0 12px 20px; }

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

... Quando me Iluminas ...



"A confusão é a de sempre, gente e mais gente, um barulho quase ensurdecedor,
mas eu que espero no meio da multidão, ainda não te vi e já só penso em ti.
Quero preciso ver-te.
Quero e preciso sentir-te.
Quero e preciso falar-te.
Quero tanto e do tanto que te quero.
Acho que temos tanto para dizer, um ao outro,
peco apenas por pensar que a ti me quero dar e não posso.
Entende que quando me aqueces, fortaleces,
mas quando o teu gelo se "entranha" em mim toda eu dou sinal,
e depois por tanto me quereres apenas me irás magoar.
Eu sei a culpa é minha, fosse em que altura fosse, mal te via a ti me "jogava",
e o hoje o corpo dá sinal de que assim não pode ser.
Mas pensa vamos estar os dois a sós, eu e tu...
Apenas os dois.
Vamos falar, e vamos ouvir do tanto que se passou, do tanto que está para vir.
Imagino ainda antes de partir para "casa" se terás saudades minhas.
Penso no largo, se estará igual, verdade que pouco ou nada deverá ter mudado,
mas ainda assim penso.
Vou buscar rostos, vou buscar as gentes.
Procuro na mente o calor que se sente, quando em frente à lareira me sento a ler a escrever ou apenas a ver a lenha ser consumida pelo fogo "ardente", de cores quentes que me levam a sonhar com o verão.
Já imagino as noites geladas.
Já imagino o acordar e ver tudo envolto nuns pedacinhos de geada.
Já imagino a possibilidade de ver uma ou outra perdiz, um ou outro coelho.
Eu já imagino apenas ver-te a Ti, morro por dentro de saudades tuas.
Do teu cheiro, do teu ondular, que por estes dias deve meter respeito.
Preciso mesmo de te ver, de te cheirar, de te abraçar, num imenso abraço como Tu.
Não me importa o frio, não me posso em ti banhar,
mas posso em ti me transportar e deixar somente estar.
Estar nem que seja por uns breves minutos,
captar a tua essência, captar a tua imensidão e grandeza.
Ainda não te vi e já te escrevo...diz-me que mais pode ser senão Amor?
Aguardo pela manhã do amanhã.
Ficou a promessa feita de que me levariam junto a ti,
e eu que já só quero acordar e junto a ti estar.
Na gare uma confusão que me deixa, atordoada, não gosto.
Finalmente por entre filas que se fazem,
a cidade fica para trás, como tudo o que para trás deixo,
ainda que tudo vá dentro de mim.
Na escuridão da estrada, feita por uns amortecedores,
que me levam a palmilhar os quilómetros,
até chegar a "casa".
Á minha espera vão estar um sorriso ou dois,
um carro ao meu tamanho, da minha cor...
Quebra-se o sossego que ganho sempre que viajo de expresso.
Quebra-se o estado de espírito e a solidão...
aquela solidão com a qual se aprende a viver e conviver.
E parto, e chego, e mudo o semblante pensativo, para um sorriso que se exige...
E chego a casa á minha e amanhã a Ti vou ver, e contigo vou estar...
aí, nada muda porque nada tem de mudar.
Será como ontem ... Eu, Tu, um dia por fim Nós..."

Maria

(30-12-2011)

Beijo n´oteudoceolhar



13 Comentários:

Blogger PauloSilva disse...

E é no frio, na densidade da leve geada da manhã que queremos, necessitamos e precisamos daqueles braços embrulhadores. Que eles tragam o quentinho e abafem a saudade que nos surpreende a cada dia com uma nova intensidade. Um "nós" é uma palavra que demonstra junção, da mais bonita. Na minha opinião, é linda a palavra, querida Maria. E sabe tão bem dizê-la, fazer planos em conjunto, amar juntamente ou apenas aninharmo-nos... Um grande abraço, quente, verdadeiro.

20 de janeiro de 2012 às 22:34  
Blogger Nilson Barcelli disse...

Uma vida de partidas e chegadas... com amor...
Belo texto, gostei.
Querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

21 de janeiro de 2012 às 15:47  
Blogger oteudoceolhar disse...

Pensador,

eu adoro aquela paisagem, é de facto o meu mundo, o Meu. Pouco ou nada conheço do mundo dos outros, e acho que por vezes é melhor assim. Ter um mundo nosso, onde vivemos, com os sorrisos e lagrimas. Com tudo aquilo que é tão nosso e que por vezes os outros não entendem.

Eu sei que um dia vou ficar ali...
Apenas sei...eu costumo dizer "...morrerei feliz em Ti..." Ali.
Um dia o Eu, o Tu...ali seremos Nós. É o Meu mar o mar dos meus encantos. Confidente, sempre.

Beijo n´oteudoceolhar.

21 de janeiro de 2012 às 22:03  
Blogger oteudoceolhar disse...

Nilson,

acho que a minha vida é assim, é um constante partir, e ir...ali chego sempre com Amor. Ali é "casa", simples...

Obrigada por voltares a´oteudoceolhar.

Beijo n´oteudoceolhar.

21 de janeiro de 2012 às 22:05  
Blogger PauloSilva disse...

Maria,
Claro que após o aviso pode colocar. Sem qualquer problema! Fico feliz, até.
Um abraço.

21 de janeiro de 2012 às 22:11  
Blogger Evanir disse...

A minha amizade por você é tão especial que não saberei explicar em palavras.
Sempre sinto vontade de dizer o quanto é importante contar com amigos (as) como você.
Hoje você já faz parte da minha vida, agradeço a Deus por
ter te encontrado e descoberto com você a verdadeira amizade.
Obrigada por sua preciosa amizade,e que Deus a abençoe cada dia mais.
Um Domigo Feliz e tremendamente abençoado.
Beijos meus no seu coração.
Evanir..

21 de janeiro de 2012 às 23:46  
Blogger Flor de Jasmim disse...

Maria querida
Lindo demais!
Um mundo cheio de partidas, chegadas,sonhos e muito amor, este é o teu mundo.
Também eu criei o meu próprio mundo onde me refugiar para aliviar meu sofrimento.

Beijinho n,oteudoceolhar

22 de janeiro de 2012 às 16:43  
Blogger Lacorrilha disse...

Tu ainda não sabes, mas eu andei a namorar o teu mar há umas semanas atrás. O mar, o banco, tudinho.
Já envio pombo correio.
Beijocas

25 de janeiro de 2012 às 12:10  
Blogger Secreta disse...

Passei para te deixar um beijito ,e, para desculpar-me da minha ausencia... Há fases na vida, em que preferimos o isolamento...em que nos fechamos em nós mesmos em busca de respostas que sabemos nunca irão chegar...
Um carinho para ti.

25 de janeiro de 2012 às 12:19  
Blogger oteudoceolhar disse...

Lacorrilha,

namora e muito, naquele mundo tudo acontece, e sempre com um toque de magia diferente.
Também já lá "namorei", "amei", chorei, vivi e morri. Ali faço tudo, ali tudo acontece, até a vida...(tu entendes).

Fazias-me aqui falta olarecas...

Beijo n´oteudoceolhar.

25 de janeiro de 2012 às 12:34  
Blogger oteudoceolhar disse...

Secreta,

tu eu sei que me entendes. Há sim momentos, que são muito nossos, e fases muito do mundo dos outros.
Por isso nada como por vezes entrarmos no nosso mundo e por lá ficar...até que o sol chegue.

Saudades tuas ... contigo por cá, fica completo o leque dos meus admiráveis leitores.

Beijo n´oteudoceolhar.

25 de janeiro de 2012 às 12:38  
Blogger mjoaob disse...

Que bonito.
:)

25 de janeiro de 2012 às 14:36  
Blogger oteudoceolhar disse...

mjoaob,

obrigada pelo sorriso e pelo bonito...ali tudo é simplesmente Bonito, de tão belo.

Beijo n´oteudoceolhar.

25 de janeiro de 2012 às 18:54  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial